Terça-feira, 14 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
10°
Fair

Brasil Moro pede investigação contra youtuber por ameaça a Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

Moro pediu à Polícia Federal (PF) a abertura de inquérito contra o youtuber. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O youtuber Vina Guerrero, ao divulgar um vídeo em seu canal, afirmou que “não tem mais condição de aceitar” Bolsonaro no poder, chamando-o de “opressor” e “covarde”. Por conta disso, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu na terça-feira (6) à Polícia Federal (PF) a abertura de inquérito contra ele.

A PF deverá apurar a suposta prática de crimes de ameaça, incitação à violência e contra a honra do presidente. Moro ainda pediu que a polícia verifique se há possibilidade de enquadrar as condutas do youtuber na Lei de Segurança Nacional.

Vina Guerrero também disse no vídeo que o presidente e os demais políticos da sua família devem ser assassinados. O youtuber já apagou todos os vídeos do seu canal, que tem mais de 6 mil inscritos.

Veja a nota, na íntegra, do Ministério da Justiça e Segurança Pública:

“O Ministério da Justiça e Segurança Pública requisitou à Polícia Federal, em 06/08/2019, a abertura de inquérito policial para a apuração de graves crimes de ameaça, incitação à violência e contra a honra praticados contra o Sr. Presidente da República, Jair Bolsonaro, por pessoa identificada como ‘Vina Guerrero’, e que foram efetuados por meio de vídeo divulgado no Youtube. Foi ainda solicitada, em vista da gravidade das ameaças e da incitação à violência, a verificação de eventual enquadramento das condutas na Lei de Segurança Nacional”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Plenário da Câmara decide manter mudanças no cálculo de pensão por morte 


Um dos maiores nomes da literatura de Cuba, o escritor Leonardo Padura participará de evento em Porto Alegre na próxima segunda-feira
Deixe seu comentário
Pode te interessar