Domingo, 25 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Na China, uma lei contra fofocas proíbe conteúdos que destaquem o estilo de vida ocidental

Compartilhe esta notícia:

A China é o maior parceiro comercial de Pyongyang. (Foto: Freepik)

O fim do casamento de Brad Pitt e Angelina Jolie pode ter dado o que falar mundo afora nos últimos dias, mas foi a separação do ator Wang Baoqiang a grande sensação recente nas redes sociais da China. E este é o tipo de polêmica que o governo chinês pretende evitar daqui para frente.

Um comunicado da Administração Estatal da Imprensa, Edição, Rádio, Filme e Televisão proíbe reportagens que exaltem o estilo de vida Ocidental, façam piada sobre valores tradicionais e a cultura chineses, passem adiante fofocas sobre casamentos desfeitos ou brigas de família de celebridades, ou ainda, cultuem a imagem de ídolos, bilionários e outras estrelas, sobretudo aqueles cujas histórias se misturem com falta de escrúpulos e egoísmo para subir na vida a qualquer custo.

A ideia é que as notícias sobre sociedade e entretenimento em geral sejam dominadas por energia positiva. O teor da circular foi publicado pela mídia estatal dias depois da polêmica. “Devem evitar colocar estrelas, bilionários ou celebridades na internet em pedestais. E não badalar disputas familiares”, disse a agência Xinhua ao citar a circular.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Saiba o que é verdade ou mentira nas falas de Donald Trump e Hillary Clinton
Luto da população por causa da morte do rei faz as roupas pretas sumirem na Tailândia
Deixe seu comentário
Pode te interessar