Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Ciência Nave espacial terá câmeras para selfies e duas janelas por passageiro

Compartilhe esta notícia:

A nave espacial VSS Unity, com capacidade para seis passageiros. (Foto: Reprodução/Virgin Galactic)

A Virgin Galactic revelou o interior da cabine da nova integrante da família SpaceshipTwo. A nave espacial VSS Unity, com capacidade para seis passageiros, será utilizada para voos suborbitais turísticos, a uma altitude acima de 80 km, possibilitando experimentar alguns minutos de ausência de gravidade.

Considerada pela empresa como o centro do design da espaçonave, a cabine foi construída para oferecer a melhor visão da Terra. São 12 janelas no total, duas para cada turista/astronauta, oferecendo “vistas inspiradoras”.

Além de ver a curvatura do planeta contra a escuridão do espaço, os viajantes poderão vivenciar a gravidade zero. No desenvolvimento do espaço interno, a Virgin Galactic levou isso em conta, adicionando superfícies e elementos macios, que se tornam pontos de apoio durante a flutuação.

Outro item que chama a atenção é um grande espelho circular no fundo da cabine, por meio do qual os turistas espaciais poderão se ver flutuando. E para que ninguém deixe de aproveitar a viagem para fazer vídeos e fotos, a cabine conta com 16 câmeras, registrando toda a experiência dos viajantes.

Assentos tecnológicos

Focados no conforto, os assentos da SpaceShipTwo são feitos de fibra de carbono e alumínio. Eles trazem ainda um tecido especial no revestimento, segundo a empresa do bilionário Richard Branson, o mesmo utilizado nos trajes espaciais, projetados pela Under Armour.

Há ainda um mecanismo de reclinação acionado pelo piloto, que coloca os passageiros na posição ideal durante os momentos em que a força da gravidade aumenta, como na decolagem e na reentrada. Além disso, eles podem ser dobrados para maximizar o espaço na hora da ausência de gravidade, dando mais liberdade aos astronautas.

Os bancos também contam com telas individuais que fornecem detalhes sobre o voo e um sistema de comunicação direta com os dois pilotos.

Reserva de passagens

Por enquanto, não há uma previsão de quando serão realizadas as primeiras viagens suborbitais da Virgin Galactic. Apesar disso, 600 pessoas já reservaram suas passagens, de acordo com a empresa. Cada bilhete para embarcar na VSS Unity custa US$ 250 mil, o equivalente a mais de R$ 1,2 milhão, pela cotação do dia.

Quando a viagem estiver liberada, a espaçonave deve decolar do espaçoporto da Virgin Galactic no Novo México, nos Estados Unidos, acoplada a um avião maior. A partir daí, ela se separa do veículo de lançamento e parte em direção ao espaço.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Pesquisa quer voluntários para saber relação entre genética e Covid-19
Casa giratória criada por parceiros da Nasa estará à venda no ano que vem
Deixe seu comentário
Pode te interessar