Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Neymar está mais uma vez na contramão em relação à torcida do PSG, como agora sobre sua saída ou permanência no clube

Compartilhe esta notícia:

Brasileiro chegou como craque na França, mas até agora não demonstrou bom futebol.

Foto: PSG/Divulgação
Brasileiro chegou como craque na França, mas até agora não demonstrou bom futebol. (Foto: PSG/Divulgação)

Quando todos querem que ele fique, Neymar inventa de deixar os dirigentes apreensivos com uma possível transferência. Quando todos querem que ele saia, o jogador se agarra ao contrato e diz que permanece até o fim do acordo. Neymar tem andado na contramão dos desejos dos torcedores do PSG nas últimas temporadas, não se sabe se faz isso para chamar a atenção ou porque, realmente, não entende o que acontece ao seu redor.

Na série Neymar: O Caos Perfeito, da Netflix, ele mostra não concordar com seu pai com alguns caminhos de sua carreira. O pai administra tudo. O documentário se propõe ser verdadeiro, mas não se sabe ao certo quanto de ficção há na produção.

O fato é que Neymar vive mais uma turbulência neste fim de temporada e não se sabe ao certo o que pode acontecer com seu contrato e onde ele pode aparecer para jogar em 2022/2023. No momento, está de férias. A situação é a seguinte: Neymar tem contrato com o PSG por mais três temporadas, portanto, há vínculo e multa rescisória a ser pega em caso de rompimento. A torcida do Paris não o quer mais por lá, após o fracasso de seu ano e do time na Liga dos Campeões.

A permanência de Mbappé só faz aumentar a crise do atacante brasileiro com o clube. O craque da seleção francesa passa a ser mais bem tratado no vestiário e isso terá de ser percebido e entendido por todos no elenco. A torcida entende que o PSG não precisa mais de Neymar. Na contramão do que sempre foi, ele precisa do time francês.

Há ainda a condição de o PSG fazer mais uma reformulação no futebol, com a provável saída do diretor brasileiro Leonardo e a troca de alguns jogadores. O argentino Di María já se despediu.

Triste despedida

O cenário não é o melhor para Neymar em Paris. Talvez seja o mais “pesado” para o jogador da Seleção Brasileira desde que ele foi comprado por 222 milhões de euros, na negociação mais cara do futebol mundial, em 2017. O presidente do PSG ainda não veio a público para bancar seus jogadores. A torcida já deu sua opinião. Recentemente, dirigentes do Barcelona foram taxativos ao afirmar que não querem mais o jogador no clube, não pelo talento, mas pelos valores envolvidos. O futebol inglês seria um caminho natural. Há muito dinheiro na Inglaterra. Seria uma espécie de último ato para o atacante de 30 anos, que pensa em jogar sua última Copa do Mundo no Catar. Neymar prepara sua saída de cena.

Ele não tem perfil de que vai jogar até a última gota de sangue. Vai parar antes de perder sua habilidade e condicionamento físico. O prazer, segundo ele, ainda existe em correr atrás da bola. Mas é fato que cada vez mais ele se dedica a outras atividades profissionais, negócios ao redor do mundo, vendendo sua imagem e marca. Há muitos compromissos e contratos.

Permanecendo em Paris, ele terá de reconquistar a torcida, que já não é mais a mesma desde sua apresentação quando veio do Barcelona. Seu carisma é baixo entre os seguidores do clube, seu rendimento foi ruim neste ano e o brasileiro foi responsabilizado em grande parte pelo fracasso do time na Europa, apesar de festejar a taça da Liga Nacional. Por ora, Neymar se apega ao seu contrato. Mas é muito difícil ficar onde não é bem quisto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Lateral Danilo é cortado da Seleção Brasileira
Fifa divulga comercial da Copa do Mundo do Catar e revela slogan do torneio
Deixe seu comentário
Pode te interessar