Domingo, 29 de Março de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Esporte Neymar se diz “aliviado” após o arquivamento da denúncia de estupro

Najila registrou boletim de ocorrência acusando Neymar de estupro e agressão no dia 31 de maio. (Fotos: Reprodução/Instagram)

Um dia após a Justiça arquivar a denúncia de estupro contra Neymar, o jogador usou as redes sociais para desabafar sobre a acusação movida pela modelo Najila Trindade. No post, o atacante do PSG se disse “aliviado”.

A primeira manifestação de Neymar sobre o caso se deu em um vídeo polêmico publicado na internet, no qual o camisa 10 revelava trechos da conversa com Najila e expunha imagens íntimas trocadas por meio de um aplicativo. Depois, o jogador se limitou a se manifestar diante das autoridades. Agora, desabafou nas redes.

“Esse vai ser um capítulo jamais esquecido na minha vida por muitos motivos, o principal deles ‘O DANO’ causado em mim, na minha família e nas pessoas que realmente me conhecem. Vou ser sincero e não vou dizer que estou feliz, mas sim aliviado. A cicatriz vai continuar pra me lembrar o quanto o ser humano é capaz de fazer coisas boas mas também de fazer coisas RUINS! (sic)”, escreveu Neymar, que complementou:

“Sim, meu mundo desabou e fui pro chão … mas, como diz uma lenda no jiu-jítsu, “para muitos o chão é o fim de tudo, pra nós é só o começo”. Que seja o começo não só pra mim, mas pra todos que sofreram esse tipo de falsa acusação e PRINCIPALMENTE pra toda MULHER que é REALMENTE vítima deste ato. O meu desejo é que vocês sejam fortes, lutem e consigam tudo que todas vocês merecem! Obrigado Deus POR TUDO, sempre (sic)”.

Caso de agressão

Um dia depois do arquivamento do caso de estupro em que era acusado, Neymar pode ter novos problemas na Justiça, desta vez na França. O torcedor agredido pelo jogador durante a final da Copa da França, em abril deste ano, prestou queixa contra o brasileiro, de acordo com reportagem do jornal francês L´Equipe. No episódio, o craque subia as escadas depois da derrota na competição quando desferiu um soco no rosto do torcedor que o provocava. Outros jogadores do PSG também foram alvos das provocações.

A agressão foi filmada pelas emissoras que transmitiam a partida e pelos celulares de diversos torcedores que estavam próximos no momento. Neymar admitiu que errou em seu perfil no Instagram e justificou a reação com as provocações do torcedor.

Depois do episódio, o torcedor agredido disse ter intenção de conhecer o atacante brasileiro para “apaziguar a situação”. Apesar disso, o homem de 29 anos identificado apenas como “Nelson” resolveu levar o caso para os tribunais.

“Eu avisei meu cliente que os papéis seriam revertidos e que a vítima seria considerada culpada e que, se essa situação persistisse a ponto de se tornar insuportável para ele, ele seria forçado a apresentar uma queixa para impedir essa inversão de valores”, disse o advogado do torcedor, Philippe Ohayon.

O advogado expressou ainda seu descontentamento com a Justiça pela forma como o caso foi conduzido. “Estamos decepcionados com o fato de o Ministério Público de Bobigny ter sido totalmente indiferente a esse ato, ao passo que, se meu cliente tivesse atacado Neymar da mesma forma, sem dúvida, a justiça o teria massacrado. Se um promotor do Ministério Público rejeitar esta queixa, isso significaria que amanhã qualquer um pode ser espancado por uma observação frívola ou escárnio sem medo de ser processado”, completou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Fernando Alonso confirmou que retornar à Fórmula 1 não é o seu desejo no momento
A seleção brasileira feminina de vôlei está classificada para a semifinal dos Jogos Pan-Americanos após derrotar os Estados Unidos
Deixe seu comentário
Pode te interessar