Sábado, 11 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Cloudy

Brasil O Comando Nacional dos Bancários rejeita a proposta de reajuste e orienta greve

Compartilhe esta notícia:

Servidores paralisaram nessa sexta-feira as atividades no Centro Histórico de Porto Alegre. (Foto: Jackson Ciceri/ o Sul)

A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) apresentou, nessa sexta-feira, em São Paulo (SP), ao Comando Nacional dos Bancários, proposta de 5,5% de reajuste para salários e vales. O índice é inferior à inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, de 9,88%, e foi considerado insuficiente. Os bancários desejam 16% de aumento no piso e verbas salariais, com acréscimo real de 5,7%. O comando orienta rejeição à proposta e greve a partir da terça-feira, dia 6.

No Rio Grande do Sul, a base do SindBancários (Sindicato dos Bancários) decidirá sobre a proposta em assembleia geral na próxima quarta-feira, a partir das 18h, no Hotel Embaixador, no Centro Histórico de Porto Alegre. “Os representantes da Fenaban fizeram uma proposta que ficou muito aquém da nossa. Eles querem voltar aos anos 1990 quando ofereciam índice abaixo da inflação e abono. Essa proposta é metade da inflação. Vamos construir uma greve forte a partir da semana que vem”, avaliou o presidente do SindBancários, Everton Gimenis.

Ato
Ainda nessa sexta-feira, bancários realizaram ato na capital gaúcha para pressionar a reunião em São Paulo (SP). Durante a manhã, agências bancárias foram paralisadas, especialmente no Centro da cidade. Na Superintendência Regional do Banrisul, no bairro Moinhos de Vento, bancários protestaram e interromperam as atividades devido à ausência de propostas do Banrisul nos três meses de negociações até agora com o Comando Nacional dos Banrisulenses.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Papa Francisco lança CD com rock e cantos gregorianos
Relógio de bolso do ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill foi adquirido em leilão por quase 3 milhões de reais
Deixe seu comentário
Pode te interessar