Sábado, 22 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Fair

Brasil O deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara, busca apoio para disputar uma eventual eleição indireta, caso Temer deixe a Presidência da República

Maia negou que seja afetado por qualquer "comichão" de chegar, agora, à Presidência da República. (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Primeiro na linha sucessória caso o presidente Michel Temer deixe o Planalto, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, tem negado em público que esteja se articulando para disputar em uma eventual eleição indireta. Mas o deputado do DEM tem buscado apoios na base aliada e até mesmo do PT.

Entre outros movimentos, Maia aproximou-se de partidos de oposição e teria, segundo petistas, tentado abrir um canal de diálogo com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula porém, abortou a iniciativa, pelo menos por ora.

A avaliação dele é que qualquer conversa sobre eleição indireta agora soaria como um conchavo no momento que o PT defende a bandeira das diretas-já. Mesmo assim, o ex-presidente disse a aliados que, se Temer cair, Maia tem chance de ser o próximo presidente.

“Se o Temer cair ele (Maia) vai assumir interinamente por um mês. Depois que sentou ali é difícil tirar. Os deputados não vão pensar duas vezes entre votar em outro deputado ou em alguém de fora”, disse o deputado Zé Geraldo (PT-PA).

O PT, que realiza até este sábado, 3, seu 6° Congresso Nacional, deve aprovar o boicote da bancada de 58 deputados do partido a um eventual colégio eleitoral. Mas há na legenda, e no campo da oposição no Congresso, defensores da tese pragmática de que Maia manteria pontes com os partidos de esquerda.

Parlamentares oposicionistas relatam que Maia mantém discrição total mesmo nas conversas mais reservadas e não se coloca abertamente como postulante. Mas isso não seria necessário. O deputado do DEM adotou agora o mesmo figurino de “não candidato” do ano passado, quando negou até o último momento que estava na disputa pelo posto mais alto da mesa diretora. (Pedro Venceslau, Ricardo Galhardo, Igor Gadelha e Vera Rosa/AE)

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

A Polícia Federal achou 20 mil reais em dinheiro vivo na casa de um ex-assessor de Michel Temer
Após troca de comando de partido, pela primeira vez a Irlanda terá um primeiro-ministro gay
Deixe seu comentário
Pode te interessar