Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020

Porto Alegre

Tecnologia O iPhone 12 deve vir sem carregador e sem fones de ouvido na caixa

Compartilhe esta notícia:

Vendas no setor despencaram. (Foto: Reprodução/Apple)

A Apple pode lançar a próxima geração do iPhone sem carregador e sem fones de ouvido na caixa. De acordo com o analista Ming-Chi Kuo, conhecido por acertar previsões da cadeia produtiva da empresa da maçã, o iPhone 12 deverá ser vendido apenas com cabo USB incluso, o que obrigaria o consumidor a comprar os acessórios separadamente se não os tiver de modelos anteriores.

Caso a informação esteja certa, a medida será semelhante à polêmica decisão de eliminar a saída de fone de ouvidos no iPhone 7. A Apple não se manifestou sobre os rumores.

Para o analista, a empresa presidida por Tim Cook apostaria no iPhone 12 sem acessórios como forma de reduzir custos, já que a tendência é um mercado retraído em virtude dos efeitos da pandemia do coronavírus. Além disso, também diminuiria os custos altos de desenvolvimento do novo iPhone com suporte à internet 5G.

Rumores de que o iPhone 12 chegaria sem fones de ouvido já haviam sido divulgados por Ming-Chi Kuo. Em maio, ele informou que a Apple poderia criar uma promoção para encorajar a compra de AirPods por parte de quem migrar para o novo modelo de iPhone.

O suposto corte de fones e carregador deve reduzir o custo do smartphone, mas pode fazer com que o consumidor gaste mais. O fone com fio da Apple sai por R$ 249 na loja oficial, enquanto a versão sem fio AirPods custa R$ 1.349. Já o carregador de 5 W, considerado lento para os padrões atuais, é vendido no Brasil por R$ 149.

Sobre os carregadores, Kuo afirma que o iPhone 12 deve ganhar um modelo novo mais potente, chegando à faixa de 20 W, algo que deve levar a preços ainda maiores em comparação com a versão tradicional de 5 W.

Novos iPads

A Apple tem novos iPads em desenvolvimento, e eles são bem diferentes dos atuais. De acordo com Ming-Chi Kuo, analista de mercado especializado na Apple, a empresa lançará um novo iPad de 10,8 polegadas no segundo semestre de 2020 e um iPad de 8,5 polegadas no primeiro semestre de 2021. As informações são do MacRumors.

O dispositivo de 10,8 polegadas ainda não teve detalhes revelados; pode tanto ser uma versão maior do iPad de 10,2 polegadas quanto um sucessor do iPad Air de 10,5 polegadas. De fato, ambos são muito semelhantes, então a Apple pode acabar simplesmente fundindo as duas linhas.

Já o dispositivo de 8,5 polegadas, segundo Kuo, deve ser o novo iPad mini. O analista falou sobre ambos em maio, mas as informações mais recentes contêm mais detalhes sobre o mini. Anteriormente, por exemplo, Kuo afirmou apenas que a tela do dispositivo teria entre 8,5 e 9 polegadas, confirmando agora o primeiro valor como o oficial. No entanto, não há detalhes sobre se o novo iPad mini manterá seu design atual e somente aumentará o tamanho da tela (todas as versões do mini têm tela de 7,9 polegadas) ou se todo o dispositivo será maior, trazendo um design semelhante ao do iPad Pro. A Apple atualizou o iPad mini pela última vez em março de 2019, com um chip A12 Bionic, uma câmera frontal mais recente e suporte para o Apple Pencil original.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Aplicativo de jogos monitora a saúde de idosos em isolamento social
O visual do Galaxy Note 20 Ultra aparece no site oficial da Samsung
Deixe seu comentário
Pode te interessar