Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Mundo O prefeito de Los Angeles vai cortar água e luz de quem der festa durante a pandemia

Compartilhe esta notícia:

Eric Garcetti autorizou medida curiosa em Los Angeles. (Foto: Reprodução/YouTube)

O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, disse estar autorizando o Departamento de Água e Luz (DWP, na sigla em inglês) da cidade a cortar os serviços de propriedades onde grandes festas e reuniões são sediadas.

Segundo a CBS Los Angeles, desde esta sexta-feira (7), em casos “notórios” de festas e reuniões não permitidas, o DWP vai cortar o fornecimento de água e luz.

O anúncio ocorre horas depois de o vereador David Ryu apresentar uma moção para aumentar as penas aos donos de propriedades que sediarem as festas, por violação de ordens de saúde pública.

Não ficou claro se o anúncio de Garcetti está relacionado a essa moção. Na sua proposta, Ryu afirma que donos de propriedades que promovem esses eventos estão em desacordo com as regras de saúde pública da Covid-19.

Segundo o vereador, isso se aplica à lei municipal que trata de festas domésticas.

Pela regra, punições para grandes aglomerações podem incluir corte de água e luz, proibições ou revogação da autorização de ocupação para qualquer “aglomeração grande, de contato próximo, amplamente sem máscaras, em violação direta com as ordens de emergência da cidade e as ordens de saúde do condado”.

“A despeito de uma pandemia que matou milhares em Los Angeles, alguns proprietários estão escolhendo colocar todos em risco ao alugar suas casas para grandes festas domésticas”, disse Ryu. “Isso é irresponsável próximo do mortal, e deve ser parado.”

“Seja desligando serviços ou revogando as suas permissões, nós precisamos fazer tudo o que for preciso para parar essas festas”, conclui o vereador.

A proposta vem dias depois de uma grande festa promovida na vizinhança de Beverly Crest, bairro de Los Angeles, terminar com um tiroteio que deixou uma mulher morta e outras duas hospitalizadas. A polícia afirmou posteriormente que acredita que a morte seja relacionada a gangues.

Qualquer aglomeração grande ou que “ameace ou interfira na saúde, segurança ou bem-estar públicos” está proibida pela lei de festas domésticas da cidade.

A lei inclui multas crescentes tanto para o promotor da festa quanto para o proprietário do local, assim como penalidades adicionais a quem descumpri-la seguidas vezes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Desde que a Organização Mundial da Saúde declarou o coronavírus uma emergência internacional de saúde, o Facebook removeu mais de 7 milhões de publicações com falsas alegações sobre o vírus
A Rússia diz que registrará a primeira vacina contra o coronavírus na próxima semana
Deixe seu comentário
Pode te interessar