Segunda-feira, 13 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Esporte O técnico do PSG elogia o jogador Mbappé: “Pode se tornar o melhor atacante do mundo”

Compartilhe esta notícia:

O atacante de 20 anos tem valor de transferência de € 252 milhões (R$ 1,06 bilhão). (Foto: Reprodução)

O técnico do Paris Saint-Germain (PSG), o alemão Thomas Tuchel aposta que o jovem de 20 anos Kylian Mbappé tem chances de se tornar o melhor atacante do mundo. Em entrevista ao canal inglês BT Sports, divulgada nesta segunda-feira, o treinador elogia o potencial do atleta e ressalta que, apesar do talento do francês, é um desafio comandar alguém com tamanha capacidade.

“Para mim, ele é um centroavante, não é um Messi. Ele pode se tornar o melhor atacante do mundo”, disse Tuchel em entrevista ao ex-zagueiro inglês e atual comentarista de televisão Rio Ferdinand. Ao ser questionado pelo ex-defensor, Tuchel mencionou que Mbappé se aproxima em qualidade e no estilo do ex-atacante brasileiro Ronaldo.

Para o treinador, apesar da qualidade do atacante, comandá-lo não é tarefa simples. “O garoto é faminto, ele tem uma grande personalidade, muito grande. E isso nem sempre é fácil. Porque pessoas com grande personalidade não funcionam sempre da maneira mais fácil, ele está sempre me desafiando como treinador”, disse o alemão.

O PSG joga nesta quarta-feira (06) pela Liga dos Campeões pela partida de volta das oitavas de final, contra o Manchester United. Na partida de ida, na Inglaterra, a equipe francesa ganhou por 2 a 0. Mbappé, inclusive, marcou um dos gols e no último sábado, voltou a ser decisivo, ao anotar duas vezes na vitória por 2 a 1 sobre Caen, fora de casa, pelo Campeonato Francês.

Segundo Tuchel, Mbappé demonstra uma atitude especial quando entra em campo. “Para mim, é necessário que ele tenha esse tipo de personalidade, que me desafia, que desafia a todos ao seu redor. Porque ele tem a gana de ser um jogador especial na história”, comentou.

Elogio

O técnico da seleção francesa, Didier Deschamps, elogiou o trabalho de Thomas Tuchel, em uma entrevista para a revista alemã Kicker, nesta segunda-feira (04). A temporada do Paris Saint-Germain é excelente e mesmo com as lesões de Neymar e Cavani, o time conseguiu ótimos resultados.

“Ele trouxe calma e tranquilidade no dia a dia do PSG. Graças a um excelente relacionamento com os jogadores, que progridem em uma atmosfera positiva, ele conseguiu fortalecer a coesão”, explicou Deschamps.

Tuchel conseguiu elevar o nível de todos os jogadores do time. Mesmo sem dois dos seus principais jogadores, Neymar e Cavani, os resultados na temporada são muito bons. O PSG é o líder do Campeonato Francês com 71 pontos e, mesmo com um jogo a menos, está com 17 pontos de vantagem para o vice-líder, Lille.

“Tuchel sabe surpreender e se adaptar. Ele tem a habilidade de mudar seu sistema ou estratégia várias vezes no jogo. Apesar de Neymar e Cavani terem se lesionado, o PSG conseguiu um ótimo jogo de ida contra o Manchester United. Cada individualidade elevou seu nível.”

O técnico campeão do mundo diz ser amigo de Tuchel. Os dois se encontraram pela primeira vez quando a seleção da França fazia sua preparação para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

“Estávamos nos preparando para a Copa do Mundo em Clairefontaine. Ele me perguntou se poderia encontrar os jogadores do PSG que ainda não conhecia. Eu então conheci um homem caloroso” revelou o treinador francês.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

O Comitê Organizador da Fifa recomenda o uso do VAR na Copa do Mundo Feminina deste ano
Com desfalques, a delegação gremista desembarcou em Rosario para sua estreia na Libertadores
Deixe seu comentário
Pode te interessar