Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Saúde Organização Mundial da Saúde lança campanha para ajudar fumantes a deixar o cigarro

Compartilhe esta notícia:

Organização vai desafiar 100 milhões no mundo a tentar parar de fumar

Foto: Arquivo/Agência Brasil
Organização vai desafiar 100 milhões no mundo a tentar parar de fumar. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

A OMS (Organização Mundial da Saúde) lançou nesta terça-feira (08) campanha, que vai durar um ano, em que desafiará 100 milhões de pessoas em todo o mundo a tentar parar de fumar com a ajuda das redes sociais.

A campanha, centrada especialmente em países que mantêm elevado número de fumantes (Estados Unidos, México, China, Brasil e Alemanha, entre outros), vai promover a criação, em redes sociais de comunidades que estão abandonando o hábito de fumar, para que se apoiem mutuamente nesse desafio e partilhem informações.

Outro objetivo é aumentar o acesso a serviços de apoio para deixar de fumar e “conscientizar sobre as táticas usadas pelas empresas de cigarros”, disse a OMS em comunicado. A campanha conta com a participação da aplicação WhatsApp e várias multinacionais, entre elas a Google, Amazon, o Facebook e a Johnson & Johnson..

No mundo, cerca de 780 milhões de pessoas afirmam que querem deixar de fumar, mas apenas 30% delas têm acesso às ferramentas que podem ajudá-las a atingir esse objetivo, acrescenta a OMS, que espera, com a campanha, aumentar a disponibilidade dessas ferramentas.

Devido à pandemia de Covid-19, uma doença que pode ser mais grave para fumantes com doenças respiratórias crônicas, tem aumentado o número de pessoas interessadas em abandonar o hábito.

“Fumar mata 8 milhões de pessoas por ano, mas se os fumantes ainda precisam de mais motivos para deixar o hábito, a pandemia tem sido um verdadeiro incentivo”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, no lançamento da campanha.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Casal é preso com fuzil com mira laser em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha
Desarticulada quadrilha responsável por esquema de roubo de grãos na região Norte do Rio Grande do Sul
Deixe seu comentário
Pode te interessar