Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Política Os ex-ministros Sérgio Moro e Luiz Henrique Mandetta desejam melhoras a Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

Bolsonaro e o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro em solenidade em Brasília, no ano passado

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro em solenidade em Brasília, no ano passado. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Autoridades, políticos e ex-integrantes do governo de Jair Bolsonaro se manifestaram após o presidente anunciar, nesta terça-feira (07), que testou positivo para a Covid-19.

Bolsonaro disse que teve febre de 38 graus, mal-estar e dor no corpo, mas que agora está “perfeitamente bem”.

“Só cabe desejar a ele plena recuperação”, escreveu, no Twitter, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, que deixou o governo em abril.

“Mais uma confirmação de que a doença está com circulação extremamente ativa”, disse o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. “A gente torce pela recuperação pronta, pelo restabelecimento da saúde ao presidente da República, a gente quer que ele tenha sintomas leves, atravesse isso de uma maneira bem tranquila, mas, ao mesmo tempo, reflita sobre todas as pessoas que não têm acesso a ressonância magnética no primeiro dia, médico privado, reserva de leito de CTI”, declarou.

“Desejo pronta recuperação ao presidente Jair Bolsonaro”, afirmou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). “Que ele siga as orientações da medicina e, em breve, esteja restabelecido.”

Já o candidato do PT nas eleições presidenciais de 2018, Fernando Haddad (PT), lamentou “pelos 1,6 milhão de infectados” no País e “pelo fato de nós termos entre nós o pior gestor de crise do mundo”. O petista disse: “Desejo que todos se restabeleçam, inclusive Bolsonaro”.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde deseja uma rápida recuperação a Bolsonaro
Pesquisa brasileira apresenta o primeiro medicamento com chance de eliminar o HIV
Deixe seu comentário
Pode te interessar