Quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
10°
Fair

Brasil “Foi divulgado pelo Planalto, é decisão do presidente”, disse Mourão sobre vídeo pró-ditadura

Compartilhe esta notícia:

Em 31 de março de 1964 o Brasil foi tomado pelo golpe militar. 55 anos depois, Eduardo Bolsonaro e o Planalto comemoram a data. (Foto: Reprodução Internet/ Youtube)
Por Gabriella Rocha*

No domingo (31), 55 anos após o presidente João Goulart ser destituído do governo, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e um dos canais oficiais de comunicação do Palácio do Planalto compartilharam um vídeo em comemoração a 1964. Na mensagem, um homem afirma que: “Era, sim, um tempo de medo e ameaças, ameaças daquilo que os comunistas faziam, onde era imposto sem exceção. Prendiam e matavam seus próprios compatriotas. Havia, sim, muito medo no ar”.

A assessoria de imprensa do Planalto confirmou o envio do vídeo, sem mais comentários. No sábado (30), uma decisão da Justiça Federal derrubou a liminar concedida pela juíza Ivani Silva da Luz, que proibia o governo de Jair Bolsonaro de comemorar os 55 anos do golpe. Quando questionado sobre a divulgação do material, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou não ter assistido o material, que, segundo ele, partiu de uma decisão do presidente. “Foi divulgado pelo Planalto, é decisão do presidente”, disse Mourão.

 

Confira o vídeo

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Universalização dos serviços de saneamento básico no Brasil pode ficar para 2060
Ministério Público recorre da liminar que soltou Temer e Moreira Franco
Deixe seu comentário
Pode te interessar