Sábado, 15 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Mostly Cloudy

Brasil Polícia civil irá comparar material genético de pai de surfista que desapareceu no mar em Imbé

Compartilhe esta notícia:

(Foto: Reprodução/ Facebook)

Na última terça-feira (30), um corpo em estado avançado de decomposição, vestindo parcialmente uma roupa de borracha, foi encontrado na praia do Prelado, no litoral paulista. Como o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar) não havia registrado nenhum caso de pessoa desaparecida no mar recentemente, a polícia civil acredita que pode se tratar de Gustavo Oliveira, de 18 anos, desaparecido há cerca de dois meses.

O jovem, natural de Imbé, sumiu no mar em 6 de junho deste ano, enquanto surfava com um amigo. As buscas pelo corpo do surfista foram encerradas após pouco mais de uma semana de procura. A distância entre Imbé e a cidade onde o corpo foi encontrado, Iguape, é de aproximadamente 700km. É possível que correntes marítimas tenham transportado o corpo do jovem até o município.

O material genético da vítima e dos pais do jovem desaparecido serão submetidos a um exame de DNA para verificar o parentesco. Como ainda não foi comprovado que se trata de Gustavo, o corpo não pode ser transportado para o Rio Grande do Sul, e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Registro, em São Paulo. A Polícia Civil de Imbé inseriu as amostras genéticas dos familiares do surfista no Banco Nacional de Perfis Genéticos, para realizar o cruzamento dos dados.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Governo gaúcho terminará de pagar salários de julho somente em setembro
Brasil e Paraguai anulam acordo sobre Itaipu que gerou pedido de impeachment de Abdo
Deixe seu comentário
Pode te interessar