Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Mostly Cloudy

Geral A polícia prendeu uma quadrilha comandada de dentro de um presídio que roubava carros no Rio Grande do Sul e levava para Santa Catarina

Compartilhe esta notícia:

Oito bandidos foram presos. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil gaúcha deflagrou, na manhã desta segunda-feira (27), a Operação Rota Proibida para combater os crimes de roubo de veículos, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, receptação e associação criminosa no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Oito criminosos foram presos. Uma pistola, um simulacro de pistola, drogas e um aparelho “plotter” foram apreendidos.

Na ofensiva, que contou com o apoio da Polícia Civil catarinense, foram cumpridos 23 mandados judiciais em Canoas, Gravataí, Charqueadas, Araranguá (SC) e Içara (SC). Segundo o delegado Thiago Bennemann, as investigações, que duraram três meses, apontaram que os suspeitos, comandados por um detento, roubavam os veículos, adulteravam os sinais e levavam para Santa Catarina.

“As ordens para os roubos eram dadas por um dos suspeitos que já se encontra preso em Charqueadas, no Rio Grande do Sul. Quem executava as ações era um casal, para não levantar maiores suspeitas”, relatou o delegado. Em Santa Catarina, os policiais encontraram um laboratório para a adulteração dos veículos. “Foi apreendido um ‘plotter’, material utilizado para a clonagem de veículos”, afirmou.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

A Brigada Militar reforçou o policiamento nas praias gaúchas nos finais de semana
A dívida pública brasileira subiu 0,22% em outubro e chegou a mais de 3 trilhões de reais
Deixe seu comentário
Pode te interessar