Domingo, 03 de julho de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Polícia Rodoviária Federal admite uso de gás, mas diz que morte em viatura em Sergipe foi por mal súbito

Compartilhe esta notícia:

Agentes também usaram spray de pimenta. Em boletim de ocorrência, policiais declararam que morte ocorrida foi uma fatalidade, desvinculada da ação policial legítima.

Foto: Reprodução
Agentes também usaram spray de pimenta. Em Boletim de Ocorrência, policiais declararam que morte ocorrida foi uma fatalidade, desvinculada da ação policial legítima. (Foto: Reprodução)

Os agentes da Polícia Rodoviária Federal envolvidos na abordagem que terminou na morte de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, no Estado de Sergipe, admitiram que fizeram uso de spray de pimenta e gás lacrimogêneo, de acordo com o boletim divulgado pela PRF nesta quinta-feira (26).

Genivaldo morreu após ser preso no porta-malas de uma viatura durante uma abordagem de policiais rodoviários federais no município de Umbaúba, no sul do Estado, a cerca de 100 km da capital Aracaju. O caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (25).

No boletim de ocorrência, os agentes também afirmam que Genivaldo faleceu “possivelmente devido a um mal súbito”. A Polícia Federal disse que não vai revelar os nomes dos policiais.

De acordo com o Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, Genivaldo morreu por asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda.

Indignação

Com pedidos de “justiça” pela população, Genivaldo foi sepultado no final da manhã desta quinta-feira em um cemitério de Umbaúba. Segundo familiares, a vítima tinha esquizofrenia e tomava remédios controlados havia cerca de 20 anos.

Um sobrinho da vítima, Wallison de Jesus, viu a ação dos agentes. Segundo ele, o tio pilotava uma motocicleta quando foi abordado.

“Eu estava próximo e vi tudo. Informei aos agentes que o meu tio tinha transtorno mental. Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, disse Wallyson.

Segundo Wallyson, mesmo diante da sua tentativa de diálogo, os policiais fizeram o uso de spray de pimenta e o colocaram dentro do porta-malas da viatura. “Eles jogaram um tipo de gás dentro da mala, foram para delegacia, mas meu tio estava desacordado. Diante disso, os policiais levaram ele para o hospital, mas já era tarde”.

A família diz que ele chegou sem vida ao hospital, que afirma ter tentado manobras para reanimá-lo.

“Eu vivo com ele há 17 anos, ele tem 20 anos que tem o problema dele. Nunca agrediu ninguém, nunca fez nada de errado. Sempre fazendo as coisas pelo certo. E num momento desses pegaram ele e fizeram o que fizeram”, disse a viúva da vítima, Maria Fabiana dos Santos.

Homem é imobilizado durante abordagem policial em Umbaúba — Foto: Aplicativo/ TV Sergipe

Homem é imobilizado durante abordagem policial em Umbaúba — Foto: Aplicativo/ TV Sergipe

A PRF também afirma que abriu um procedimento disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos. A Polícia Federal vai investigar o caso.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe disse que está acompanhando os desdobramentos e que “tem respeito pelas instituições, mas não compactua com qualquer tipo de violência ou de tortura”.

A família registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, que já ouviu testemunhas sobre o caso. Através de nota, a Polícia Federal informou que diligências acerca do caso já foram iniciadas, e a PF trabalha para esclarecer o ocorrido o mais breve possível.

“Diante dos delitos de desobediência e resistência, após ter sido empregado legitimidade o uso diferenciado da força, tem-se por ocorrida uma fatalidade, desvinculada da ação policial legítima”, disse a Polícia Rodoviária Federal por meio de boletim.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Vírus respiratórios sobrecarregam UTI infantil no Rio Grande do Sul
Ministério da Economia dá aval a bolsa caminhoneiro e auxílio para taxistas e motoristas de aplicativo
Deixe seu comentário
Pode te interessar