Quarta-feira, 29 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Brasil Presidente defende uso de drones em operações e imunidade para policias e militares

Bolsonaro disse que, após o Congresso analisar o projeto, atenderá as requisições dos estados. (Foto: Antonio Cruz/ Divulgação Agência Brasil)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que pretende enviar um projeto ao Congresso Nacional para permitir o uso de drones em operações militares e policiais. A declaração foi feita nesta sexta-feira (21), em coletiva no Palácio do Planalto. “Eu não quero que o nosso policial, por exemplo, numa operação esteja na frente da linha de tiro com marginais que não têm recuperação. Se tivermos um pelotão de drones para dar conta do recado, tudo bem, mas depende do parlamento brasileiro”, acrescentou.

O presidente foi questionado sobre a possibilidade dos drones atirarem, mas afirmou que “ninguém” mencionou essa possibilidade. De acordo com ele, outros usos para o drone serão estudados. Bolsonaro disse que, após o Congresso analisar o projeto, atenderá as requisições dos estados.

Na ocasião, ele também encaminhou outras promessas de campanha. Uma delas foi a imunidade para policiais e militares que matarem pessoas em serviço, o chamado excludente de ilicitude. “Os governadores, mais cedo ou mais tarde, espero que não, mas caso venham a pedir GLO [Garantia da Lei e da Ordem], eu vou querer a retaguarda jurídica, a garantia para os meus homens. Como chefe supremo das Forças Armadas, eu só posso pagar uma missão para um subordinado se ao término da missão ele puder ser condecorado e não processado”, disse o presidente.

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

A falta de trabalho afeta 41% dos jovens e compromete o futuro da reforma da Previdência
Saiba como proteger sua conta do Instagram de criminosos
Deixe seu comentário
Pode te interessar