Domingo, 29 de Março de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Agro Qualidade genética é destaque no 2º Leilão Virtual Angus Provado

Qualidade genética é destaque no 2º Leilão Virtual Angus Provado. (Fotos: reprodução Canal Rural)

Com um show de genética, o 2º Leilão Virtual Angus Provado, realizado nesta terça-feira (23/7), faturou R$ 666.900,00 e atingiu a média final de R$ 11.700,00 por animal. Entre os destaques do remate, está o touro Agronemitz TE526, do criador Marcos Sudati Rodrigues, da Agropecuária Progresso do Tarumã, de Manoel Viana (RS), que foi arrematado por R$ 33 mil. O segundo maior destaque foi do touro Rincon TE3297 International Del Sarandy, da Cabanha Ricon Del Sarandy, de Uruguaiana (RS), que foi comercializado por R$ 21 mil. Ambos os touros foram destaque durante a prova de desempenho do Centro de Referência Angus (CRA), na sede da Verdana Agropecuária, em Itatinga (SP).

Na prova, foram avaliadas 30 características em quatro índices, de acordo com os números de DEPs (Diferença Esperada na Progênie): de rusticidade, de bezerros, de carcaça premium e de confinamento. O exemplar Rincon TE3297 International Del Sarandy conquistou o segundo lugar na categoria bezerro e terceiro lugar nas categorias confinador, rusticidade e carcaça premium. Já o animal Agronemitz TE526 ficou em primeiro lugar em rusticidade, segundo em confinador e carcaça e terceiro na categoria bezerro. Além disso, o touro LS Guarita 01, do criador Adriano Servelo, da propriedade Estancia Guarita, de Alegrete (RS), que também integrava o remate, conquistou o primeiro lugar nas categorias bezerro, confinador e carcaça e segundo lugar em rusticidade.

O leilão contou com 70 touros puros de origem (PO) e foi conduzido pelo Programa Leilões. A Verdana Agropecuária foi a maior vendedora de exemplares Angus. Segundo o leiloeiro Guilhermo Sanchez, o leilão virtual, que foi transmitido pelo Canal Rural, teve a audiência de criadores de todo o Brasil e os animais foram bastante disputados, principalmente por terem sido testados durante oito meses para a prova de desempenho do CRA. “Esse teste levanta dados essenciais para quem faz uma pecuária produtiva no País”, afirma Sanchez, ressaltando que o leilão teve muita qualidade genética e, por isso, a mesma foi revertida em grandes lances.

O presidente da Associação Brasileira de Angus, Nivaldo Dzyekanski, acompanhou o leilão ao vivo e frisou que dos 70 animais ofertados, 15 irão direto para central de genética fazer coleta de sêmen, visando o cruzamento industrial. “É a grande aposta da Angus”, destaca.

De acordo com o coordenador da prova da Verdana e diretor da Seleon, Breno Barros, o objetivo era chegar com todos os testes finalizados até o leilão. “Depois dos resultados obtidos durante o teste, os criadores sabem exatamente o que esperar da genética do animal que está comprando”, conclui.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Agro

Restam apenas camarotes para Inter e Nacional, pela Libertadores
Carro desgovernado cai de uma ponte, na ERS-265; condutor conseguiu sair do carro ileso
Deixe seu comentário
Pode te interessar