Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Brasil Elevador despenca do nono andar de um prédio na cidade de Santos, e quatro pessoas morrem

Compartilhe esta notícia:

As vítimas estavam em um elevador de serviço

Foto: Reprodução
As vítimas estavam em um elevador de serviço. (Foto: Reprodução)

Quatro pessoas da mesma família morreram após um elevador despencar do nono andar de um edifício residencial da Marinha em Santos, no litoral de São Paulo, na noite de segunda-feira (30).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não havia mais ocupantes no interior do equipamento no momento do acidente. Segundo a Capitania dos Portos de São Paulo, as vítimas são a esposa e familiares de um suboficial da Marinha.

O imóvel localiza-se na rua Guararapes, no bairro Vila Belmiro. A tragédia ocorreu por volta das 20h. As causas do acidente estão sendo investigadas. Segundo a Defesa Civil, as vítimas estavam em um elevador de serviço no momento do acidente.

“A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), informa com pesar a ocorrência de acidente com o elevador do Edifício Tiffany, Próprio Nacional Residencial de militares na cidade de Santos, que lamentavelmente vitimou a esposa e mais três familiares de um militar que serve na CPSP. O Capitão dos Portos de São Paulo e a Tripulação da Capitania transmitem as condolências aos familiares e amigos pela inestimável perda. A Marinha está dando todo o suporte possível às famílias. O respectivo Inquérito Policial Militar será aberto para apurar o ocorrido”, informou a Marinha em nota.

Moradores do prédio

Moradores do prédio de nove andares da Marinha em Santos, no litoral de São Paulo, onde o elevador despencou, informaram ao portal de notícias G1 que o equipamento já apresentava problemas. Imagens obtidas nesta quarta-feira (1º) mostram a parte superior do elevador, destruído após a queda.

De acordo com o comandante do 8º Distrito Naval da Marinha, o elevador de serviço do edifício que fica em Santos, no litoral de São Paulo, passou por manutenção e avaliação e foi liberado para uso no último dia 23.

O elevador despencou do nono andar com quatro pessoas da mesma família dentro do equipamento, por volta das 19h30 de segunda-feira. De acordo com relato dos familiares à TV Tribuna, Jucelina Santos, que morava no prédio, esposa de um suboficial da Marinha, desceu ao térreo para buscar a irmã, o cunhado e o sobrinho, que haviam acabado de chegar de Santo André, em São Paulo, para passar o réveillon em Santos.

Na subida até o nono andar, onde morava, o elevador apresentou problemas e despencou, matando a família. Ainda não há informações sobre quais problemas ocasionaram o acidente.

Em entrevista ao G1, moradores que preferiram não se identificar relataram que os elevadores do prédio apresentam problemas há anos. “Eles param no meio do caminho, a porta não abre, eles travam, eles balançam, dá tranco. O botão de emergência nunca funcionou”, relata uma moradora. “Já paramos muitas vezes entre um andar e outro. Ficávamos aguardando o porteiro, quando tinha, até ele resgatar a gente. Ele puxava a gente pela metade e destravava o equipamento”, relata outro.

Ainda de acordo com os moradores, o problema é recorrente e ocorre há anos. “Moro aqui há seis anos e isso sempre aconteceu. Sempre houve esses problemas, frequentemente. Ficávamos de dez a trinta minutos esperando resgate nesses casos”, relata o morador.

 

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Implantação da Rede de Escolas de Governo avança no Estado
O salário mínimo será de 1 mil e 39 reais neste ano. O novo valor entrou em vigor já nessa quarta
Deixe seu comentário
Pode te interessar