Terça-feira, 24 de Novembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Porto Alegre Secretaria Municipal de Educação determina recesso nas escolas da rede municipal a partir de segunda-feira

Compartilhe esta notícia:

Segundo o comunicado desta sexta, as aulas deverão ser retomadas no dia 6 de janeiro.

Foto: Raphaela Auad/SMED PMPA
Segundo o comunicado desta sexta, as aulas deverão ser retomadas no dia 6 de janeiro. (Foto: Raphaela Auad/SMED PMPA)

A Smed (Secretaria Municipal de Educação) divulgou, no final da tarde desta sexta-feira (20), que já a partir de segunda-feira (23) as escolas entrem em recesso até 3 de janeiro. Não foi informado o motivo da mudança repentina de calendário, nem as adequações necessárias.

Segundo a secretaria, a determinação se deu por parte do secretário municipal de Educação, Adriano Naves de Brito, “tendo em vista as festas de fim de ano”. 

Conforme o comunicado, as aulas deverão ser retomadas no dia 6 de janeiro e os dias letivos devem ser recuperados com ajustes no calendário escolar de cada instituição de ensino. Ainda não há informações sobre a repercussão nos calendários das escolas, que já contavam com a programação de formaturas e férias divulgadas, repercutindo em toda a comunidade escolar.

Segundo a deputada Sofia Cavedon (PT), “depois de várias tentativas para tratar do assunto com o secretário e/ou a adjunta da Smed, e tendo em vista a emergência da situação”, uma reunião na sede do MPC (Ministério Público de Contas) foi marcada para segunda-feira (23) para tratar do assunto. A deputada será recebida em audiência com o procurador-geral do MPC, Geraldo Da Camino, às 11h45min.

“Tivemos que acionar o MP de Contas sob pena de saírem prejudicados os professores, estudantes e suas famílias”, ressalta a deputada.

Conforme a parlamentar o pedido de ajuda encaminhado ao MPC visa buscar a tranquilidade no término do ano letivo das escolas municipais.

“A medida interrompe processos pedagógicos, planejamento de formaturas, férias, avaliações, alimentadores escolares, etc. Há algum motivo imperioso para tamanha ruptura? Contraria a própria orientação que impediu as escolas preverem “pontes” nesse período no calendário escolar. E o faz na sexta-feira à tarde que antecede o período! Nem tempo hábil para avisar os estudantes há!”, destacou a deputada.

Uma reunião no Simpa (Sindicato dos Municipários de Porto Alegre) também foi marcada para este sábado (21) pela manhã, reunindo direções e conselhos escolares, para tratar do tema.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Indulto vai ter capítulo especial para policiais, diz Bolsonaro
Prefeitura divulga funcionamento de serviços essenciais nos feriados
Deixe seu comentário
Pode te interessar