Domingo, 05 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Brasil Senado analisa projeto para que presos paguem suas despesas

Foto: Imagem de Arquivo/Agência Brasil

O preso deverá ressarcir o estado das despesas com sua permanência no sistema carcerário, conforme projeto de lei que tramita no Senado. O plenário enviará o PL à Comissão de Direitos Humanos da Casa, onde deverá ficar por 15 dias para debates, antes de retornar para votação. O texto foi apresentado em 2015, pelo então senador Waldemir Moka, e seria votado nesta terça-feira (23), mas o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), acolheu o requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para que o tema seja discutido mais detalhadamente. “Temos que voltar esse assunto para a Comissão de Direitos Humanos, debater com profundidade. É fácil imputar responsabilidade com quem, muitas vezes, o Estado não teve nenhuma para [responsabilidade] com ele”, disse Rose de Freitas (Pode-ES).

Quem defende o projeto também concorda com o debate profundo, como é o caso dos senadores Major Olímpio (SP) e Soraia Thronicke (MS), ambos do PSL. “A matéria é importantíssima, fundamental para a aplicação da justiça”, disse Olímpio.

O texto original afirma que o ressarcimento ao estado por condenados sem condições econômicas, não deve prejudicar a indenização dos danos provocados pelo crime (determinados judicialmente), a assistência para a família e pequenas despesas pessoais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Candidata do PSL presta depoimento e confirma ter sido “laranja” do ministro do Turismo
ONU aprova medida que garante segurança a vítimas de violência sexual em guerras
Deixe seu comentário
Pode te interessar