Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Light Rain

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Porto Alegre Vacinação contra Covid-19 segue disponível para pessoas a partir de 55 anos em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Imunização da população carcerária começou nesta quinta-feira.

Foto: Cristine Rochol/PMPA
Imunização da população carcerária começou nesta quinta-feira. (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

A prefeitura de Porto Alegre mantém a vacinação de homens e mulheres com 55 anos ou mais, nesta sexta-feira (11), para receber a primeira dose contra Covid-19.

As vacinas oferecidas serão AstraZeneca (todos os públicos, exceto gestantes e puérperas) e Pfizer (exclusiva para gestantes e puérperas). Não haverá atendimento em drive-thrus, apenas nas 12 unidades de saúde de referência para a vacinação contra Covid-19. Confira outras informações no serviço.

A faixa etária se soma aos grupos que vêm sendo imunizados pela SMS (Secretaria Municipal de Saúde): profissionais da educação infantil, fundamental e do ensino médio e profissionalizante das redes municipal, estadual e privada, pessoas com deficiência permanente de 18 anos ou mais, pessoas com comorbidades a partir de 18 anos e população em situação de rua.

Nesta quinta-feira (10), a SMS começou outra etapa de vacinação para a população privada de liberdade, que integra o grupo prioritário desta etapa da campanha de imunização. Foram aplicadas 2.050 primeiras doses nos apenados que cumprem pena na Cadeia Pública de Porto Alegre e na Penitenciária Estadual de Porto Alegre.

A vacinação dos detentos é prioritária porque no confinamento, com excesso de pessoas em espaços limitados e condições de higiene precárias, a probabilidade de contágio e disseminação rápida é muito alta. Em caso de surto, esta população teria que ser deslocada para os hospitais, agravando ainda mais a superlotação. Também não seria possível montar estrutura de segurança prisional nos hospitais para tantos pacientes que precisariam ficar sob custódia.

Onde se vacinar nesta sexta-feira (11)

D1 e D2 das vacinas Astrazeneca/Oxford e D1 de Pfizer
Público D1: homens e mulheres com 55 anos ou mais, profissionais da educação infantil, fundamental e do ensino médio e profissionalizante das redes municipal, estadual e privada, pessoas com deficiência permanente de 18 anos ou mais, pessoas com comorbidades a partir de 18 anos.
Público D2: quem tomou a primeira dose há mais de 12 semanas
Público D1 Pfizer: gestantes e puérperas
Onde: 12 unidades de saúde
Horário: das 8h às 17h
Endereços:
Álvaro Difini – Rua Álvaro Difini, 520 – Bairro Restinga
Belém Novo – Rua Florêncio Farias,195 – Bairro Belém Novo
Camaquã – Rua Professor Dr. Pitta Pinheiro Filho, 176 – Bairro Camaquã
Glória – Av. Professor Oscar Pereira, 3229 – Bairro Glória
IAPI – Rua Três de Abril, 90 – Bairro Passo das Pedras
Moab Caldas – Av. Moab Caldas, 400 – Bairro Santa Tereza
Modelo – Rua Jerônimo de Ornelas, 55 – Bairro Santana
Morro Santana – Rua Marieta Menna Barreto, 210 – Bairro Protásio Alves
Assis Brasil – Avenida Assis Brasil, 6615 – Sarandi
Santa Cecília – Rua São Manoel, 543 – Bairro Santa Cecília
Santa Marta – Rua Capitão Montanha, 27 – Centro
São Carlos – Av. Bento Gonçalves, 6670 – Bairro Partenon

Público: população em situação de rua.
Onde: 20 unidades de saúde (saiba mais)

Documentos: As pessoas com 55 anos ou mais têm de apresentar documento de identidade e comprovante de residência em Porto Alegre para receber a dose. Para profissionais da educação, é necessário documento de identidade com foto e CPF, contracheque ou crachá e declaração da instituição ao qual o profissional está vinculado. Para segunda dose, documento de identidade e carteira de vacinação com registro da primeira aplicação. Segunda dose da vacina Pfizer estará apenas em três unidades de saúde. Não haverá vacinação em farmácias.

Comprovação:
Pessoas com comorbidades: Atestado médico, laudo médico, prescrição de medicamentos de uso contínuo, de acordo com o agravo.
Pessoas com deficiência (PCD): Documento que comprove a deficiência. Além de laudo médico, pode ser cartão de transporte público especial, cartão de estacionamento para PCD.
Gestantes e puérperas com comorbidades: Carteira da Gestante.
Gestantes e puérperas sem comorbidades: Atestado médico.

Gripe – Pessoas que receberam a dose da vacina contra gripe devem aguardar 14 dias para fazer a primeira ou segunda dose da vacina Covid-19. O primeiro dia a ser contado é o seguinte ao da aplicação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Hidroxicloroquina: documento na CPI mostra que Bolsonaro pediu à Índia para agilizar envio de insumos
Secretaria da Saúde do RS distribuirá 402 mil doses de vacina da AstraZeneca e Pfizer nesta sexta-feira para os municípios
Deixe seu comentário
Pode te interessar