Terça-feira, 14 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

Brasil Venda total de veículos no Brasil sobe 6,9% em julho

Compartilhe esta notícia:

Mesmo com a alta registrada no mês de julho, no acumulado do ano o segmento acabou registrando queda de 17,87%, sobre 2014, de acordo com números da Fenabrave. (Foto: Fabio Motta/AE)

Apesar da alta registrada em julho, no acumulado do ano, o segmento registrou queda de 17,87% em relação ao ano passado, de acordo com a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).
As vendas de veículos em todos os segmentos – automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros – registraram alta de 6,92%, em julho, na comparação com o mês anterior. Conforme números divulgados, nessa terça-feira, pela Fenabrave, no mês passado, foram emplacadas 352.423 unidades contra 329.629 unidades em junho.

 

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o resultado geral de julho registrou queda de 19,29%, nos emplacamentos. E, mesmo com a alta registrada em julho, no acumulado do ano o segmento registrou queda de 17,87%, sobre 2014. Nos sete primeiros meses do ano, foram emplacadas 2.405.467 unidades, contra 2.928.868, em igual época de 2014.

 

Os números da Fenabrave mostram também que o segmento de automóveis e comerciais leves cresceu 7,23%, em julho, sobre junho. Foram emplacadas 219.410 unidades, contra 204.613, em junho. Na comparação com julho de 2014, o resultado aponta uma baixa de 21,58%.

 

No acumulado do ano, esse segmento caiu 20,03%. Segundo a entidade, foram comercializadas 1.489.243 unidades de janeiro a julho de 2015, contra 1.862.358, no mesmo período de 2014.

 

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o resultado de julho é explicado, em parte, pelo fato de o mês ter tido 23 dias úteis contra 21 dias no mês anterior. “Porém, vale ressaltar que, na média, em dias úteis, o saldo foi negativo em 2,09% para todos os segmentos. O acumulado do ano também continua negativo e mantemos a nossa posição de que não ocorrerá grande mudança nas vendas de veículos nos próximos meses, mantendo, assim, as nossas projeções, que apontam queda de cerca de 20% para o setor em 2015”, afirmou, em nota. (AE)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

O número de mortes em acidentes de trânsito em Porto Alegre caiu 73% em julho em comparação ao mesmo mês de 2014
Sartori vai a Brasília para reunião no Supremo devido ao risco de intervenção no Estado
Deixe seu comentário
Pode te interessar