Últimas Notícias > Capa – Destaques > O fim de semana será de calor com possibilidade de temporais no Rio Grande do Sul

Caem os homicídios no Estado

Secretário Cezar Schirmer anunciou dados positivos da segurança. (Foto: Divulgação)

O futuro governo receberá na área da Segurança Pública uma boa herança. A gestão do Secretário Cezar Schirmer, ao conseguir harmonizar a atuação dos diversos órgãos da segurança – Polícia Civil, Brigada Militar, Susepe e Instituto de Perícias – criou as condições favoráveis para uma maior efetividade no setor.

Ontem, foi anunciado: os crimes contra a vida mantiveram tendência de queda no Rio Grande do Sul entre janeiro e novembro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2017. Os dados estatísticos da criminalidade divulgados ontem apontam redução de 21,1% nos homicídios e 31,9% nos latrocínios. A redução de vítimas fatais nos indicadores de homicídio doloso também se manteve, chegando a 21,2% (total de 572 mortes a menos).

Ana Amélia em Brasília

A senadora Ana Amélia já começa a atuar como futura secretária especial do Rio Grande do Sul em Brasília. Este é o cargo que ela poderá ocupar no governo de Eduardo Leite em 2019. Foi ela quem agendou a audiência que o futuro governador terá com o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, na próxima quarta-feira, às 18h30min. O encontro é importante porque foi Marco Aurélio quem concedeu a liminar que autoriza o Estado a não pagar as parcelas da dívida com a União.

O caso Gamp em Canoas

A operação policial que prendeu ontem três pessoas por conta das investigações de possíveis irregularidades na relação do Gamp, Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública na gestão da saúde em Canoas, contratada na gestão do prefeito Jairo Jorge, promete desdobramentos.

Desdobramentos do caso

Um dos presos na operação de ontem, na qual o Ministério Publico apura detalhes de um contrato avaliado em R$ 1 bilhão, Marcelo Bósio, ex-secretário da Saúde de Canoas e que participou do processo de contratação do Gamp, também foi secretário adjunto na prefeitura de Porto Alegre em 2013. Na gestão do prefeito José Fortunati.

Apoio do MDB a Eduardo Leite será difícil

Será difícil ao futuro governador Eduardo Leite conquistar o apoio formal do MDB ao seu governo. Com uma bancada de oito deputados, este apoio seria importante para o futuro governo. Porém, a futura eleição em Porto Alegre é um ingrediente que dificulta o apoio do MDB.

Eleição Municipal em 2020

Um dos principais adversários de um acordo do MDB com o governador Eduardo Leite é o deputado eleito Sebastião Melo. Candidato derrotado pelo tucano Nelson Marchezan Junior na eleição da capital, Melo deve concorrer em 2020 mais uma vez. Entre os emedebistas, cresce a tese de que um acordo com o PSDB esvaziaria a candidatura de Melo à prefeitura.

Bancada ruralista fica menor na Câmara

Não é apenas a saída do deputado gaúcho Luiz Carlos Heinze (PP), eleito senador, a causa da diminuição da bancada ruralista na Câmara. Nestas eleições, a bancada diminuiu de tamanho, segundo levantamento do Diap. A próxima legislatura (56ª) terá 104 parlamentares do setor (76 deputados e 28 senadores), contra 126 da atual (109 deputados e 17 senadores). Ruralistas não são apenas produtores rurais, mas defensores do setor, como Onyx Lorenzoni, futuro chefe da Casa Civil.

 

Deixe seu comentário: