Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social renuncia após ultimato de Bolsonaro

Candidata “laranja” do PSL denuncia o partido pelo esquema e dá nome ao mandante

"Santinhos" utilizados na campanha de Zuleide. (Foto: Reprodução)

Uma candidata utilizada como “laranja” pelo Partido Social Liberal (PSL) nas eleições de 2018 denunciou, na última terça-feira (19), o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio como responsável pela organização do esquema. Em depoimento para a Polícia Federal, Zuleide Oliveira afirmou que Marcelo a aconselhou que desviasse 85% do dinheiro público recebido através da candidatura para o partido. No celular dela haviam áudios e conversas que comprovam as afirmações.

Zuleide foi candidata ao cargo de deputada estadual em Minas Gerais pelo PSL em 2018 e obteve 0 votos. Na época, o atual ministro do Turismo era presidente do partido no estado. O depoimento dela foi o primeiro a citar oficialmente Marcelo, que, desde então, tornou-se alvo de investigações.

Bolsonaro afirmou que, por ora, Marcelo continuará ocupando o cargo, apesar de a permanência dele estar sob análise, dependendo do andamento das acusações. Por sua vez, o ministro do Turismo denunciou a Folha de S.Paulo, que foi o primeiro veículo de comunicação a divulgar o esquema, e solicitou a retirada de todas as matérias que envolviam o nome dele. Marcelo também afirmou que as acusações são falsas.

Deixe seu comentário: