Últimas Notícias > Capa – Magazine > Elogios para Luana Piovana fizeram Anitta romper definitivamente com Scooby

De virada e com um jogador a menos, Goiás derrota Internacional no Serra Dourada

(Foto: Reprodução/Twitter @SCInternacional)

Por Carine Bordin

Na 16ª rodada pelo Campeonato Brasileiro, o Goiás marcou 2×1 contra o Internacional e levou vantagem no jogo. A partida foi marcada por cartões amarelos, expulsão e jogadas eletrizantes.

Mesmo com um jogador a menos, expulso logo nos primeiros minutos, o Goiás garantiu a vitória em uma falta marcada no último minuto de jogo.

Com time reserva, preservando apenas o goleiro titular Marcelo Lomba, o Inter dominou o primeiro tempo do jogo e soube manter o placar, aberto logo nos primeiros minutos de partida. Já o Goiás, que entrou com time completo, viu algumas oportunidades, mas não conseguiu marcar.

O primeiro tempo foi com emoção. Logo aos 11 minutos Guilherme Parede marcou o primeiro gol para o Internacional em um lance polêmico, que resultou na expulsão de Léo Sena, homem de criação do time. Após consultar o VAR, o árbitro excluiu o meia do jogo por agressão em dividida de bola com Rithiely na origem do gol do Internacional.

Aos 18, Ney Franco substitui Rafael Moura por Leandro Barcia. O jogo seguiu truncado e o time do Inter parecia não achar objetividade, travando a equipe e chamando o Goiás para o campo. Apesar disso, o Inter teve mais posse de bola e conseguiu manter o controle do jogo e não tomar gol.

Nos 24 mais substituição: por lesão, sai Natanael, do time Colorado, e entra Erik. O jogo seguiu devagar, com uma parada técnica aos 28 para a hidratação dos atletas.

O time do Goiás cresceu no jogo, aos 36, e quase marcou: Michael passou por três marcadores do Inter e abriu caminho, mas com finalização fraca, bateu de canhota e Lomba pegou. Michael foi a única peça que parecia acordada em campo pelo time Esmeraldino.

Aos 46, mais cartão! Leandro Barcia tomou amarelo. Nos últimos minutos o Goiás até tentou alguns lances, mas não conseguiu marcar.

No segundo tempo os times voltam sem mudanças. Logo aos dois minutos, o Internacional faz uma bela jogada pela direita e Wellington Silva quase consegue marcar o segundo gol, após cruzamento na área do Goiás, mas ele mandou a bola por cima da goleira.

Aos cinco o Goiás também teve oportunidade de marcar: Michael desviou cobrança de escanteio e quase empatou o jogo.

Aos oito minutos Odair mudou posições no Inter, com Parede caindo pela direita e Sarrafiore e Nico López mais avançados. O Colorado levou alguns sustos e parece disperso no jogo, mas conseguiu segurar o ataque do Goiás.

O Goiás, que aparentemente havia voltado melhor para o segundo tempo, perde impulso, sem um meia para organizar as jogadas.

A relação de Nei Franco com a torcida se mostra complicada. Ele é vaiado ao fazer uma alteração aos 19: tirou Yago Rocha e colocou Geovane.

Aos 25 Michael, destaque do jogo, marcou um baita gol de canhota, chutando na esquerda no cantou direito de Loma e deixando dois marcadores no chão. Tudo empatado no Serra Dourada!

Em uma disputa de bola, aos 29, entre Wellington Silva e Kayke, o jogador do Inter fica caído e o jogo esquenta. Aos 31 mais um cartão amarelo. Dessa vez foi Klaus quem tomou a penalidade.

Logo em seguida, aos 31, Wellington Silva é substituído por Pedro Lucas, que entrou com vontade de jogo e protagonizou uma grande oportunidade de gol, aos 34.

Aos 38 um grande lance marca a partida: Parede recebeu um cruzamento pela direita do campo de ataque e, de letra, finalizou com muita classe. O goleira Tadeu teve que fazer uma bela defesa no canto esquerdo.

E Nico parece não conseguir desencantar e afastar a má fase: há quase dois meses sem marcar, ele errou mais um gol, aos 40.

Outro grande destaque do jogo, Tadeu fez uma grande partida e impediu que o Goiás tomasse mais gols. Aos 48, último lance do jogo, Klaus marca falta em Leandro Barcia.

Ao bater a falta, Goiás marca o segundo gol, confirmando a vitória de virada!

Deixe seu comentário: