Últimas Notícias > Capa – Magazine > Filho de Luciano Huck e Angélica tem alta do hospital, após acidente em lancha

Detentas confeccionam polvos de crochê para bebês internados no HSC

Polvos de crochê. (Foto: Divulgação)

Um grupo de detentas do Presídio Regional de Santa Cruz do Sul se envolveu em uma ação solidária em prol do Hospital Santa Cruz (HSC). A partir do projeto Meu Amiguinho dos Sete Mares, as presas estão confeccionando pequenos polvos de crochê para as crianças recém-nascidas internadas na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) da casa de saúde.

Os polvinhos estão sendo utilizados como recurso terapêutico e a iniciativa partiu da psicóloga do presídio Paula da Rosa Cazarotto, responsável também pelo atendimento ao público feminino. Segundo ela, as ações buscam envolver as detentas em atividades que as ocupem para auxiliar no cumprimento da pena e tornar o ambiente prisional menos tenso. As atividades também atendem à Lei de Execução Penal (LEP) que prevê, como direito dos presos, participarem de atividades de trabalho e educacionais.

“A Lei diz que, a cada três dias trabalhados, o preso subtraia um dia de pena”, explica a psicóloga. “Diante disso, as solicitações de liga laboral, como são chamadas as atividades de trabalho nos estabelecimentos prisionais, são bastante requisitadas pelos presos nos atendimentos”, acrescenta.

O número de detentas envolvidas no projeto varia, devido à rotatividade, mas é de duas a seis mulheres. Aquelas que já sabiam crochê e tricô se prontificaram a ensinar as demais interessadas. Ao saber da repercussão do trabalho, uma das detentas não escondeu a surpresa. “Não esperava por isso! Fiquei sem palavras!”, reagiu ela. “A gente sabe que quando se fala de preso lá fora, as pessoas criticam. Fiz por uma causa beneficente, para ajudar as crianças e também para me ocupar com coisas boas aqui”, relatou.

Os polvos são feitos com base nas especificações divulgadas pelo Hospital. “Muitas delas possuem habilidades incríveis”, elogia Paula. “As meninas que produziram os materiais doados fazem peças de crochê como trilhos, toalhas e conjuntos para banheiro”, destaca.

Deixe seu comentário: