Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Empresários de Wall Street são acusados de abuso sexual

Matando no cansaço

De tanto viajar a Brasília, José Sartori é o governador mais conhecido das tripulações dos voos. Ontem seguiu de novo para acompanhar a possível votação do projeto na Câmara que cria o regime especial para estados com dívidas elevadas. Foi registrada a presença no plenário de apenas 300 deputados, do total de 513. Número baixo para matéria cuja aprovação exige 257 votos favoráveis.
Hoje, a partir do café da manhã, Sartori retoma as conversas para convencer os parlamentares em dúvida. Existe possibilidade de a votação ocorrer à tarde.

QUEM DEVE FALAR

Líderes empresariais afirmam que o governador Sartori precisa se tornar mais loquaz em questões financeiras, não repassando apenas ao secretário da Fazenda, Giovani Feltes, as explicações sobre a crise. Basta olhar como agiam os antecessores.

ESTÁ FORA

Apenas sete, entre mais de 200 delegados, votaram a favor da permanência do PDT no governo Sartori ontem à noite. O auditório da sede regional lotou e as manifestações foram de contrariedade com a privatizações, sobretudo da CEEE, estatizada no governo Brizola.

NA PLATAFORMA DE LANÇAMENTO

Jairo Jorge, ex-prefeito de Canoas, participou pela primeira vez de reunião do diretório regional do PDT ontem. Reencontrou José Fortunati e Daniel Bordignon, ex-companheiros do PT. Jairo fez discurso vigoroso como pré-candidato ao governo do Estado, demonstrando amplo conhecimento da história do trabalhismo.

MÃO E CONTRAMÃO

Punir poderosos que desviaram dinheiro público é sinal evidente da força das instituições. Paralisar o País por isso demonstra fraqueza das forças políticas e empresariais.

VIAGENS PERDIDAS

De 15 a 18 de maio, vai se realizar a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Uma das principais bandeiras do evento é a reforma do pacto federativo, que se resume à busca de mais dinheiro. Sucessivos presidentes da República têm dito aos prefeitos o que eles querem ouvir e todos saem sorridentes com as promessas. Depois, continua tudo na mesma
O que temos hoje é um federalismo de embuste.

CERTO TIPO DE PEIXE

Muitos perguntam o motivo pelo qual foi criado o Ministério da Pesca em 2003, extinto em 2015. Provavelmente, para a captura de estruturas públicas com interesses partidários.

NA ZONA NEBULOSA

Como explicar a participação em ministérios e o apoio ao governo, demonstrado por alguns de seus principais caciques, se o PSDB considera que foi ilegal a eleição de Dilma Rousseff e, consequentemente, a de Michel Temer também?

JULGAMENTO SUMÁRIO

Está sendo cogitada a importação do que nos Estados Unidos denominam de tribunais expressos. Funcionariam por ocasião de passeatas em capitais, quando ocorre a destruição de patrimônio público e privado. Uma vez detidos, os arruaceiros seriam julgados no mesmo dia, com a responsabilização pelo ressarcimento dos danos, além de outras penas.

Exemplo idêntico ocorre em estádios de futebol com juizados especiais. Foi o que ajudou a inibir um pouco a violência.

RÁPIDAS

* A denúncia de Marcelo Odebrecht contra o ex-presidente Lula era a gota que o juiz Sérgio Moro aguardava.

* O Tribunal Superior Eleitoral analisa mais de 50 pedidos de criação de novos partidos. A maioria se candidata a frequentador do mercadão da barganha política.

* Será adicionada uma letra à sigla CPI, tornando-se CPIP (Comissão Parlamentar de Inquérito para Plateia).

Deixe seu comentário: