Últimas Notícias > CAD1 > Unidades de pronto-atendimento terão serviços ampliados na Zona Leste de Porto Alegre

Nadador norte-americano Ryan Lochte é suspenso por dez meses por inventar assalto durante a Olimpíada do Rio

Lochte já conquistou 12 medalhas olímpicas (Foto: Divulgação)

O nadador norte-americano Ryan Lochte recebeu uma suspensão de dez meses por causa do escândalo que envolveu o atleta e três colegas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Com a sanção imposta pelo Comitê Olímpico dos Estados Unidos e pela Federação Americana de Natação, Lochte, que tem 12 medalhas olímpicas, ficará impedido de participar do Campeonato Mundial de Natação, em Budapeste, em julho do ano que vem.

Segundo o jornal USA Today, os outros nadadores envolvidos no incidente, James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger, também sofrerão sanções, mas menores do que a de Lochte. De acordo com o portal TMZ.com, as punições deles não deverão ultrapassar quatro meses.

A confusão começou depois de Lochte ter dito que ele e os outros três nadadores foram assaltados ao sair de uma festa no Rio de Janeiro, durante os Jogos. Ele inventou o assalto para encobrir um ato de vandalismo em um posto de gasolina, depois de os atletas terem sido impedidos por um segurança de deixar o local sem que pagassem pelo prejuízo, conforme mostraram imagens de câmeras de segurança.

Todos estavam embriagados. A polícia do Rio de Janeiro indiciou Lochte por falsa comunicação de crime. (AG)