Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Na Justiça do Trabalho já há reclamantes condenados a pagar honorários ao advogado do patrão

Ninho em chamas

(Foto: Beto Barata/ Divulgação PR)

O ninho tucano está em chamas. Além dos caciques do MDB na mira da Lava-Jato, a despeito da soltura ontem, a prisão do ex-presidente Michel Temer e do ex-ministro Moreira Franco catalisou a preocupação de grão-tucanos. Está com o juiz da operação Lava-Jato no Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, uma investigação que apura repasses do operador Adir Assad, que admitiu ter recebido R$ 46 milhões por meio de empresas de fachada que venceram concessões nas gestões tucanas de Geraldo Alckmin e José Serra. Recentemente, com base nas delações de Assad, a Lava-Jato prendeu Paulo Vieira de Souza, o “Paulo Preto”, suspeito de ser um operador de propinas do PSDB paulista.

Renovação mesmo!

Na véspera da prisão de Temer, no encontro da Executiva do MDB em Brasília, o tom foi de ‘renovação’ após a surra nas urnas em 2018. Temer e Moreira não compareceram.

Derrocada eleitoral

A legenda elegeu apenas 3 de seus 11 candidatos a governadores (no Pará, Alagoas e Distrito Federal) e foi o partido que mais perdeu votos para deputado federal.

Passarela do Poder

Gradativamente, as portas da presidência nacional do MDB vão se escancarando para Ibaneis Rocha – o governador do DF que ajudou caciques do partido com cargos.

Ficou na gaveta

Promessa de campanha do então candidato Jair Bolsonaro (PSL) na campanha de 2018, a correção dos limites de isenção da tabela do Imposto de Renda segue na gaveta. Não há sinalização da equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) e a base no Congresso não demonstrou, até agora, interesse em discutir os projetos.

Fala, senador

Um deles, de 2015 (PLS 355), é de autoria do senador Reguffe (Sem partido- DF, que reforça a cobrança: “Hoje é isento de pagamento de IR quem ganha até R$ 1.903,99. Se a tabela fosse corrigida, se os limites de isenção fossem corrigidos, hoje não pagaria Imposto de Renda quem ganha até 3.689,94. E o que foi falado na campanha? Que não pagaria Imposto quem ganha até R$ 5 mil. E nada mudou”.

Taxiou…

Foi relançada em Brasília a Frente Parlamentar dos Aeronautas. A bancada, formada por deputados e senadores, é presidida pelo deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) e dá suporte às questões da classe – como a aprovação da Nova Lei do Aeronauta, exclusão da categoria da possibilidade de trabalho intermitente na Reforma Trabalhista, reforma do Código Brasileiro de Aeronáutica e afins.

… e decolou

À Coluna, o presidente Sindicato Nacional dos Aeronautas, comandante Ondino Dutra, afirma que, diante da abertura de capital das aéreas e o apetite das estrangeiras, a Frente foi fundamental para evitar a terceirização do piloto e o trabalho intermitente.

Lava-Toga

Ao cobrar a instalação da CPI para averiguar atividades dos ministros que integram os tribunais superiores, o senador Lasier Martins (Pode-RS) lança críticas ao ex-presidente do Senado Eunício Oliveira (MDB-CE), por ter arquivado pedidos de impeachment contra o ministro do STF, Gilmar Mendes, “sem dar conhecimento prévio ao Plenário”.

Lista

O senador lembra que, nos últimos três anos, foram protocolados dez pedidos de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes por cidadãos de várias áreas de atuação. O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) engrossa o coro pela instalação da CPI ao apontar que “é dever do Legislativo fiscalizar os outros Poderes

Risco no salão

Os frequentadores do Centro de Convenções da Ascade (Associação dos Servidores da Câmara dos Deputados), às margens do Lago Paranoá, correm risco. O prédio passou por recente reforma para abrigar grandes eventos. Mas, contam testemunhas, não existe alvará, nem aterramento das estruturas metálicas dos telhados, tampouco sistema de combate e prevenção de incêndio. E parte da rede elétrica está exposta ao tempo.

Tem mais

Outro problema é com relação a inidoneidade da empresa Projeto – atual sócia da Ascade no Centro de Convenções. Sua Inscrição Estadual encontra-se em processo de suspensão. Os sócios são réus por improbidade administrativa em duas Ações Civis Públicas ajuizadas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. A assessoria da Ascade não retornou até o fechamento. Não conseguimos contato com a empresa Projeto.

No mais…

A confissão de Cesare Batistti de quatro assassinatos à Justiça italiana revela a ação corporativa tupiniquim de Lula da Silva. De como o presidente protegeu seus amigos sabendo de suas culpas. Foi assim com os empreiteiros da Lava-Jato e ex-ministros sócios da corja.

Deixe seu comentário: