Últimas Notícias > Notícias > Política > O presidente Jair Bolsonaro diz que não vai trocar ministros

Christine Fernandes diz ter preguiça de se casar novamente, mas deixa claro que não está fechada para balanço

A atriz disse não ter interesse em buscar parceiro em aplicativos de paquera. (Foto: Reprodução)

“É diferente estar solteira depois de 18 anos de casada”, observa, aos 51 anos, a atriz Christine Fernandes, que está há dois anos separada do ator Floriano Peixoto. No ar em ‘Malhação: Toda Forma de Amar’, da Globo, em que interpreta a vilã Karina, ela afirma que se adaptou muito facilmente à nova vida. “Tenho muitos amigos, amigos de uma vida inteira. Enfim, é normal, saio à noite, faço tudo que todo mundo faz”, diz.

Sobre a possibilidade de voltar a subir ao altar, a loura parece já estar decidida. “Acho difícil. Casar é uma coisa muito particular. Não tenho essa vontade. Você tem que dividir, dividir muito a sua intimidade com outra pessoa. Dá uma certa preguiça para isso. Acho que cada um na sua casa é a melhor situação”, destaca ela. “Acredito no amor, sempre. Fechada para balanço, não. Deixa para quando morrer, e não quero morrer tão cedo”, completa ela, bem-humorada.

Nem a febre de aplicativos para encontrar a cara-metade despertam o interesse de Christine. “Não tenho capacidade de ficar, conhecer uma pessoa por aplicativo. Meus namorados são pessoas que eu já conhecia, eram amigos e viraram namorados. Ou amigo de amigo. Preciso ter uma proximidade maior, essa coisa rápida não tem muito a minha cara. Não tenho preconceito com nada. Prezo a inteligência, o caráter. Não a idade”, entrega ela, que nas poucas horas livres se dedica ao filho, Pedro, de 15 anos, e a curtir a natureza, além de praticar vários esportes.

Christine conta que Pedro não gosta de ser filho de artistas (“ele nem me segue no Instagram”, revela, aos risos) e que prefere sempre uma vida mais discreta, evitando qualquer pressão. “Nesse momento, ele não tem desejo de seguir os passos dos pais. Ele quer ser jogador de futebol”, conta a mãezona orgulhosa.

Na novela da Globo, Christine interpreta uma vilã pela terceira vez consecutiva. “Karina é arrogante, prepotente, preconceituosa e egoísta”, resume. E ela explica que fazer uma personagem com atitudes tão condenáveis é bem complicado. “É claro que tenho um pequeno ‘sofrimento’ quando falo (o texto). Peço tantas desculpas para a Gabz (atriz que interpreta Jaqueline, enteada de Karina na trama). A Christine é bem diferente da Karina”, esclarece.

A atriz tem estudado libras (língua brasileira de sinais usada por surdos) para gravar as cenas em que sua personagem se comunica com a filha, Milena (Giovanna Rispoli). “Essa relação talvez possa ser um lugar de redenção para a Karina, já que o amor de filho é muito forte, potente, e acredito que seja capaz de tornar as pessoas melhores. Quem sabe o amor pela Milena não possa educar um pouco a Karina?”, torce Christine.