Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Vestibular 2020 da UFRGS começa neste sábado

Seminário aborda o impacto da eficiência reprodutiva em rebanhos de corte e leite

Professor do curso de Medicina Veterinária da UFRGS, João Batista Borges. (Foto: Caroline Bicocchi/O Sul)

O seminário sobre o impacto da eficiência reprodutiva em rebanhos de corte e leite aconteceu nesta terça feira (27), na Casa do Médico Veterinário, na Expointer, em Esteio. A palestra foi ministrada pelo professor da Universidade de Veterinária da Universidade Federal do Rio grande do Sul, João Batista Borges, que falou sobre a importância de trazer o assunto para o debate.

“É propor algumas estratégias para a identificação desses problemas reprodutivos e também para a solução deles, identificando as oportunidades para que se possa atuar, especialmente o medico veterinário, fazendo correções de manejo, de tratamentos que permitem que as vacas possam produzir leite, uma lactação por ano e, no caso das vacas de corte, possam desmamar um terneiro a cada ano”, comentou Borges

O seminário destacou também, os desafios para alcançar maior fertilidade nos rebanhos comerciais, fatores que afetam a eficiência reprodutiva em rebanhos de leite/corte, além de propor alternativas para aumentar a eficiência reprodutiva desses rebanhos. De acordo com pesquisas de 2016 e 2017, o Brasil é o terceiro país na produção e produtividade de leite de vaca.

Do dia 25 a 27 de setembro acontece o 19º Congresso Estadual de Medicina Veterinária da SOVERGS, em Gramado, no Centro de Eventos da FAURGS. O evento vai contar com o I Encontro Gaúcho de Especialidades em Reprodução Animal e o I Workshop Gaúcho de Medicina Veterinária Legal.

Informações do palestrante 

João Batista Borges possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1983), graduação em Comunicação Social Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1983), mestrado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (1994) e doutorado em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002). Atualmente é professor Associado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Fisiopatologia da Reprodução Animal, atuando principalmente nos seguintes temas: bovinos de corte, clínica bovina, inseminação artificial a tempo fixo, transferência de embriões e inseminação artificial.