Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Thunderstorm

Brasil “Única forma de se comunicar com segurança é pessoalmente”, afirma Bolsonaro

"Se os cubanos fossem tão bons assim, teriam salvado a vida de Hugo Chávez", disse Bolsonaro (foto), fazendo referência ao ex-presidente da Venezuela, que tratou um câncer em Cuba. (Foto: Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira (14), que só é possível se comunicar com “total segurança” em conversas presenciais. “Se existe um telefone grampeado no Brasil é o meu”, brincou o presidente, que acrescentou também que não segue a recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), de utilizar um celular protegido com programa criptografado para se comunicar.

As declarações foram dadas no momento em que o presidente analisava os vazamentos de diálogos entre o atual ministro Sérgio Moro e procuradores da Operação Lava Jato, divulgados pela agência de notícias The Intercept Brasil. O presidente afirmou também que não vê “nenhuma maldade” nas conversas e que o ex-juiz “não inventou provas” no processo.

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário
Pode te interessar