Segunda-feira, 10 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Rio Grande do Sul 46% das escolas da rede estadual retornaram às aulas presenciais, diz Seduc

Compartilhe esta notícia:

No Instituto Estadual João Neves da Fontoura, em Cachoeira do Sul, 34 alunos de 4 turmas com, em média, oito alunos por sala retomaram as atividades.

Foto: Divulgação/Seduc
No Instituto Estadual João Neves da Fontoura, em Cachoeira do Sul, 34 alunos de 4 turmas com, em média, oito alunos por sala retomaram as atividades. (Foto: Divulgação/Seduc)

Com o retorno das aulas presenciais da rede estadual na Educação Infantil, e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental no RS, a Seduc (Secretaria Estadual da Educação) atualizou nesta terça-feira (4) os dados recebidos das 30 CREs (Coordenadorias Regionais de Educação) sobre o funcionamento das escolas.

Das 1795 escolas que atendem estudantes da Educação Infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental, 818 realizaram aulas presenciais e momentos de acolhimento, o que corresponde a 46% destas instituições de ensino.

Conforme calendário, retornaram na segunda-feira (3) Educação Infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental. Nesta quarta-feira (5), é a vez de os 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental retornarem. Na sexta-feira (7), anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano). Já no dia 10, o 1º ano do Ensino Médio. No dia 12, 2º e 3º anos do Ensino Médio e, por fim, no dia 13, Ensino Técnico e Curso Normal.

Escolas com somente Ensino Médio, escolas EJA e Neejas, escolas com somente educação profissional e escolas especiais retornam nesta quarta-feira (5).

Protocolos de segurança no interior 

Segundo a Seduc, o retorno ocorre no modelo híbrido de ensino, com atividades presenciais e remotas por meio da plataforma Google Sala de Aula.

A carga horária diária para o Ensino Fundamental deverá ser composta por três horas presenciais e uma hora remota. No Ensino Médio, a carga horária diária deverá ser de três horas presenciais e duas horas remotas.

Na Escola Estadual de Ensino Fundamental Nossa Senhora da Paz, localizada em Campinas do Sul, município da região da 15ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), o movimento durante a manhã foi tranquilo.

No total, o colégio atende 154 alunos, do 1º ao 5º ano, e, segundo a diretora, Carina Baccin Mezzaroba, não houve aglomeração neste primeiro dia.

“Vamos analisar o dia-a-dia e ver o que está dando certo e o que vamos precisar adaptar. Estamos com tolerância de horário para que os pais possam chegar com calma, sem aglomerar”, conta Carina.

Ela considera que o encontro de alunos e professores foi “muito bonito”, porque o contato, até então, era apenas virtual. “Esperamos que o retorno seja um acalento”, reflete.

Ao chegarem na escola, os alunos passaram pela “tenda do acolhimento”, onde realizaram uma conversa e tiveram um momento de meditação.

Em Cachoeira do Sul, cidade que faz parte da 24ª CRE, na Escola de Ensino Fundamental Rio Jacuí, o momento também foi tranquilo. Compareceram 12 alunos, do 3º ao 5º ano. “Respeitamos a capacidade de alunos por sala e, na semana passada, fizemos reunião com os pais para passarmos todas as informações”, relata a diretora Glaucia Gehrke. Ela acredita, ainda, que o retorno será seguro. “Estamos confiantes de que tudo dará certo”, comenta.

No Instituto Estadual João Neves da Fontoura, também da cidade de Cachoeira do Sul, 34 alunos de 4 turmas com, em média, oito alunos por sala retomaram as atividades. “A comunidade está contente com o retorno”, sintetiza Jaqueline Somavilla.

Na Escola Estadual Normal José Bonifácio, de Erechim (15ª CRE), a diretora, Susie Moreira, avalia que a maioria dos alunos que irão retornar nos próximos dias serão os do Ensino Fundamental, enquanto, no Ensino Médio, muitos pais optaram por continuar com o ensino remoto para os filhos.

A instituição atende mil alunos e a expectativa é que, pelo menos, 450 retornem. A diretora afirma que a manhã desta segunda-feira, 3 de maio, saiu conforme o planejado.

“Temos apenas duas turmas pela manhã. Dividimos cada turma pela metade a fim de mantermos o teto máximo em cada sala. Tivemos oito alunos em cada”, pondera.

Neste primeiro momento, o encontro também serviu para reforçar as orientações necessárias e para curtir a presença dos colegas. “Os que vieram estavam felizes, se mantiveram bem, com máscaras e observando o distanciamento. As professoras conversaram sobre os protocolos e realizaram atividades”, relata Susie.

Eloisa Franz, diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental Carlos Fett Filho, de Lajeado (3ª CRE), assegura que a instituição se preparou para o retorno dos alunos e que tem capacidade, por exemplo, de receber todos os alunos do 2º ano do Ensino Fundamental.

“Podemos receber 17 alunos por sala, temos 16 matriculados e hoje compareceram 10”. Ela conta que a manhã foi serena e que, quando foram receber os estudantes no portão, os pais contaram da ansiedade das crianças pela volta. “Esse momento foi muito esperado por eles! Ficamos felizes em receber os nossos pequenos, é uma nova rotina”, conclui.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Passa de 25.400 o contingente de mortos pelo coronavírus no Rio Grande do Sul. Testes positivos totalizam quase 990 mil
UFRGS armazenará carregamento de mais de 32 mil vacinas a partir desta quarta-feira
Deixe seu comentário
Pode te interessar