Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Rio Grande do Sul A atuação feminina na política é tema de novo encontro on-line neste sábado

Compartilhe esta notícia:

Convidadas compartilham experiências que podem inclusive inspirar futuros protagonistas no setor. (Foto: EBC)

Às 11h deste sábado (8), a iniciativa “Mulheres às Avessas” promove a segunda roda de conversa sobre a atuação feminina na política. O encontro, intitulado “Vida e Política Dão Match?”, contará com a presidente do movimento “Tucanafro” (PSDB), Andréa Campos, e da secretária estadual do “Mulher Republicana”, Beth Colombo, ex-vice-prefeita de Canoas (Região Metropolitana).

De acordo com uma das organizadoras do evento, Monica Riffel, as convidadas compartilharão experiências de suas trajetórias no setor, o que pode inclusive inspirar quem pretende optar por esse caminho.

“Queremos promover um debate sobre o que move estas mulheres a ingressar em cargos públicos e políticos, mostrando exemplos positivos e entendendo como elas conseguem administrar vida pessoal e carreira”, ressalta.

Para participar do encontro, é preciso garantir inscrição prévia em link do site www.sympla.com.br e que pode ser conferido no portal da assessoria de comunicação Camejo Estratégias de Organização – o endereço é www.camejo.com.br.

No fim de semana anterior, o evento teve as participações de mulheres de intensa atividade em outros dois partidos: a deputada estadual Juliana Brizola (PDT) e da presidente do “Mulher Avante” no Rio Grande do Sul, Milene Bordini.

Prefeitura

Um exemplo das dificuldades que as mulheres enfrentam para ingressar e se manter ativas na política (seja nas esferas Executiva ou Legislativa) é o da gaúcha Any Ortiz, da legenda Cidadania. Deputada estadual já em segundo mandato, a advogada e parlamentar – que completará 37 anos em outubro – desistiu oficialmente de concorrer à prefeitura de Porto Alegre no pleito deste ano.

Segundo ela, campanhas eleitorais normalmente já exigem bastante dos candidatos e agora, em meio à pandemia de coronavírus, as coisas ficaram ainda mais complicadas. Se optasse por levar adiante o plano de disputar o comando da capital gaúcha, ficaria impedida de dar atenção ao filho, de apenas 1 ano e 4 meses.

Com a sua retirada da corrida, a cidade tem agora 15 pré-candidatos, dos quais seis são mulheres: Carmem Flores (PSC), Fernanda Melchionna (Psol), Juliana Brizola (PDT), Manuela D’Ávila (PCdoB), Nádia Gerhard (DEM) e Priscila Voigt (UP).

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Dólar sobe mais de 1% e fecha em R$ 5,42 com receios no mercado
O Brasil tem mais de 106 mil mortes por coronavírus e o número de casos confirmados passa de 3 milhões e 200 mil
Deixe seu comentário
Pode te interessar