Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo A Califórnia pediu estado de emergência após terremoto mais forte em 20 anos

Compartilhe esta notícia:

Tremores de terra causaram danos na Califórnia. (Foto: Reprodução)

Um terremoto de magnitude 7,1 abalou o Sul da Califórnia na noite de sexta (5) — madrugada deste sábado (6) no Brasil –, menos de 48 horas depois de outro sismo de menor intensidade atingir a mesma área. Até o momento, as autoridades não informaram se há vítimas fatais ou pessoas feridas gravemente, mas afirmaram que alguns imóveis desabaram, e outros foram incendiados devido ao vazamento de gás. O tremor é o mais intenso registrado nos últimos 20 anos na região.

O governador do Estado da Califórnia, Gavin Newsom, afirmou em um comunicado que solicitou formalmente uma declaração de emergência ao presidente Donald Trump “para receber recursos federais para apoiar ainda mais a resposta à emergência e a recuperação das comunidades afetadas.”

O diretor do departamento  de Serviços de Emergência do estado, Mark Ghilarducci, afirmou que houve desabamento de edifícios na pequena cidade de Trona, que tem cerca de 2 mil habitantes, e que o vazamento de gás na cidade de Ridgecrest, que tem 30 mil habitantes, ocasionou alguns focos de incêndio.

Toda a região foi atingida por cortes de luz, água e linhas de comunicação. Segundo especialistas, ainda pode haver mais tremores nas próximas horas.

“É uma sequência de terremotos e eles estão relacionados”, afirmou a sismóloga da Universidade Caltech, Lucy Jones, assegurando que há possibilidade que haja um novo tremor de magnitude 7 ou ainda maior. “Como qualquer tremor, o de hoje tem probabilidade de um entre 20 de que haja um terremoto maior em seguida.”

Desde a manhã de quinta-feira (4), Ridgecrest tem registrado alguns sismos de magnitude 4 e mais de 1.200 réplicas de intensidades diferentes, algumas de mais de 5 graus.

Atrações evacuadas na Disney

Os serviços de emergência já estavam em atividade na área devido aos fenômenos registrados na quinta. A equipe de emergência inclui 200 forças de segurança, assim como helicópteros e aviões de carga. Segundo o porta-voz do departamento de bombeiros de São Bernardino, Jeremy Kern, não há nenhuma busca ativa de vítimas em curso.  O chefe do corpo de bombeiros do condado de Kern, David Witte, afirmou ainda que havia apenas pessoas com ferimentos leves, como cortes ou hematomas.

Os tremores, que foram sentidos em Los Angeles e até Nevada, despertaram o fantasma de que um terremoto potencialmente devastador possa atingir a qualquer momento essa região do país. Após o fenômeno, várias atrações dos parques da Disney foram fechadas para inspeção. Uma partida de basquete da NBA, em Las Vegas, também foi suspensa.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Após falar em extingui-los, Bolsonaro faz acordo para colocar radares em mais de duas mil faixas de rodovias federais
Trump culpou o teleprompter após afirmar que aeroportos já existiam no século 18
Deixe seu comentário
Pode te interessar