Terça-feira, 19 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Notícias A colheita do milho avançou para 65% das lavouras no Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

Na Fronteira Noroeste e Missões, o tempo favorável proporcionou bom aspecto das lavouras. (Foto: José Schafer/Divulgação)

A colheita do milho avançou para 65% das lavouras no Rio Grande do Sul. Beneficiada pelo tempo, as lavouras estão 21% maduras, 12% em enchimento de grãos e 2% estão em floração, aponta o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar.

Produtores gaúchos avaliam a possibilidade de aumentar a área na próxima safra, como forma de diminuir a infestação de nematoides nas lavouras e de garantir maior presença de palha no sistema plantio direto. Nos próximos dias, a colheita do milho terá o ritmo reduzido, em razão de os agricultores priorizarem a colheita da soja.

Na Fronteira Noroeste e Missões, a maioria das lavouras de milho foi colhida, o que representa 79% da área cultivada. Nessas regiões, o tempo favorável resultou no bom aspecto das lavouras de safrinha. Na Produção, 70% da área está colhida, com produtividade média de 8.500 kg/ha.

No Norte do RS, 90% das áreas destinadas a grão foram colhidas, com produtividade média de 147 sc/ha. O município de Sertão apresentou média de 180 sc/ha. O grão para silagem já foi totalmente colhido na região.

Soja

A colheita da soja também avança no estado e alcança 32% da área, com 40% madura e por colher, 26% das lavouras estão em enchimento de grãos e, em virtude do plantio da safrinha, 2% da área está em floração. A produção varia de acordo com a variedade implantada e a época de semeadura. A produtividade obtida na semana varia de 2.700 a 4.380 kg/ha, segundo relatos de produtores.

A maior parte das lavouras de soja está em fase de formação de vagens e enchimento de grãos. Nesta fase é realizada a colheita em área com cultivares precoces, com encurtamento do ciclo devido à falta de chuva em algumas localidades, principalmente na Campanha.

As lavouras mais afetadas pela falta de chuva adequada são as de cultivares de ciclo médio em fase de enchimento dos grãos. As áreas cultivadas após o Natal estão em fase final de formação das vagens e podem recuperar o potencial produtivo se a chuva regular voltar a ocorrer.

Feijão

A colheita do feijão primeira safra foi finalizada na maioria das regiões, exceto nos Campos de Cima da Serra, onde foi iniciada. Com expansão de 13% na área colhida na última semana, atingindo 90% das lavouras, as demais áreas estão 8% maduras e 2% em enchimento de grãos. De maneira geral, a safra tem sido de boa qualidade, com rendimento dentro da expectativa inicial, de 2.500 kg/ha.

A segunda safra de feijão está 96% implantada. Os estágios fenológicos da cultura são desenvolvimento vegetativo em 30% das áreas; floração, em 33%; enchimento de grãos, 23%; 7% maduro e 7% colhido. As lavouras colhidas estão com melhores produtividades, se comparadas às da primeira safra.

Arroz

A colheita do arroz avançou no RS, com previsão de conclusão na Fronteira Oeste e Missões no decorrer dos próximos dias, com rendimentos médios de 7,8 t/ha. No geral, a colheita atingiu 39% das lavouras, 44% estão maduras, 16% em enchimento de grãos e apenas 1% em floração.

Olerícolas e frutícolas

Cebola: na região Sul, a safra da cebola está encerrada. Alguns produtores seguem com a venda do produto que foi armazenado em galpões, no sistema de varais e em estrados e caixarias. A produção foi considerada de boa a ótima, com produto de qualidade e boa capacidade de suportar armazenamento. A produtividade média foi de 35 toneladas por hectare. Em algumas áreas chegou a mais de 40 toneladas por hectare sem irrigação complementar. Os produtores preparam as áreas de canteiros para a semeadura das sementes de cebola destinadas à produção de mudas. A tendência é de manutenção das áreas de plantio para a próxima safra, podendo haver um pequeno acréscimo.

Caqui: na Serra, inicia-se a colheita de uma das duas mais importantes variedades cultivadas, a kioto, popularmente conhecida como “chocolate preto”, em função da coloração escura da polpa. As frutas apresentam calibre mediano, ainda com marcantes traços da coloração verde, porém com polpa firme e crocante. De maneira geral, os pomares se mostram com bom vigor e sanidade. A carga de frutos é bastante irregular, tanto na planta como entre pomares.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Esquema de Temer envolve nomeações, propinas milionárias e fraude, disse o Ministério Público Federal
Policiais do Rio poderão receber recompensa ao fazerem prisões
Deixe seu comentário
Pode te interessar