Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Ciência A Nasa afirma que asteroides gigantes passarão perto da Terra depois do Natal

Segundo a Nasa, esses asteroides estarão a cerca de 2 milhões de quilômetros da Terra – uma distância curta, se analisada astronomicamente

Foto: Reprodução
Dois asteroides, do tipo Aten, estarão próximos da Terra durante os feriados de fim de ano. (Foto: Reprodução)

De acordo com o Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra, CNEOS, da Nasa, dois asteroides se aproximarão do planeta Terra durante os feriados de Natal e Ano-Novo. Segundo a agência, os dois asteroides, nomeados de 310442 e 216258, estarão astronomicamente perto do planeta nessas datas.

O primeiro asteroide, que é o 310442, está estimado para se aproximar da Terra no dia 26 de dezembro, um dia após a comemoração do Natal, às 16h54min no horário de Brasília. Esse asteroide, segundo o CNEOS, possui um diâmetro de 600 metros.

O diretor do centro de estudos, Paul Chodas, disse à Newsweek que “no ponto mais próximo, o CH59 estará cerca de 19 vezes mais distante que a lua”. Do planeta até o satélite natural são aproximadamente 385 mil quilômetros. Essa distância é usada como unidade de medida na astronomia. Portanto, no ponto mais próximo, o asteroide estará a 7,3 milhões de quilômetros.

De acordo com o Portal R7, a Nasa faz o monitoramento do asteroide desde fevereiro de 2000. Pelos cálculos dos cientistas, o 310442 cruza o espaço a uma velocidade de mais de 44 mil km/h.

Já o segundo asteroide, chamado de 216258 ou 2006 WH1, está programado para se aproximar do planeta nos dias seguintes, antes do ano terminar e ainda sem horário definido. Para Pau,  o diâmetro das rochas faz com que sua aproximação seja perigosa, embora não haja algum risco de colisão até o momento: “Ao longo de muitos séculos e milênios [esses asteróides] podem evoluir para órbitas que atravessam a Terra. Portanto, é prudente continuar acompanhando-os nas próximas décadas e estudar como suas órbitas podem estar evoluindo”.

Segundo a Nasa, esses asteroides estarão a cerca de 2 milhões de quilômetros da Terra – uma distância curta, se analisada astronomicamente. Classificados como do tipo “Aten”, seus materiais rochosos permitem que viajem pelo espaço em alta velocidade e apresentam uma órbita maior do que a distância entre a Terra e o Sol.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Servidores municipais de Porto Alegre também podem antecipar 13º na Caixa
Trump recuou em retomada de tarifa sobre o aço do Brasil, diz Bolsonaro
Deixe seu comentário
Pode te interessar