Domingo, 05 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Cloudy

Rio Grande do Sul A Polícia Civil prendeu um homem que se passava por agente da segurança pública para aplicar golpes em comerciantes de Pelotas

Compartilhe esta notícia:

Suspeito foi identificado pelas câmeras de segurança de uma farmácia. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Nessa sexta-feira, a 1ª Delegacia de Polícia de Pelotas (Região Sul do Estado) prendeu preventivamente um homem de 31 anos por extorsão, falsidade ideológica e uso de documento falso. Ele se passava por policial civil e para extorquir comerciantes da cidade, utilizando para isso inclusive uma arma de brinquedo e uma carteira com insígnia oficial do Exército.

Conforme com o delegado Gustavo Pereira, as investigações tiveram início depois que o investigado foi até uma farmácia e exigiu o pagamento de um valor em dinheiro para que o estabelecimento não fosse alvo de uma multa. “O local, no entanto, mantém uma câmera de segurança que flagrou toda a ação, com isso foi possível chegar à identificação do golpista”, explicou o titular da unidade.

Pereira detalhou, ainda, que os mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva foram deferidos pelo Poder Judiciário e imediatamente cumpridos para evitar que o criminoso fizesse novas vítimas. “Apreendemos o documento falso e a arma de brinquedo utilizadas para intimidar os funcionários das empresas”, reiterou. “Durante o inquérito policial, identificamos diversos estabelecimentos em que o falso policial foi com o objetivo de extorqui-los.”

Serra Gaúcha

Já em Canela (Serra Gaúcha), a Delegacia de Polícia local prendeu preventivamente um homem que havia cometido uma série de assaltos a estabelecimentos comerciais do município. Ele é suspeito de ser o autor de pelo menos dois roubos, ambos registrados no dia 23 de novembro – uma lancheria no bairro São José e em um mercado na Vila Boeira.

De acordo com o delegado Vladimir Medeiros, titular da DP da cidade na Região das Hortênsias, todas as ocorrências envolvendo crimes de maior gravidade neste final de ano em Canela foram solucionados pela corporação, com esclarecimento integral dos fatos e os respectivos pedidos de prisão dos responsáveis.

Litoral Norte

Em Osório (Litoral Norte), a Polícia Civil prendeu em flagrante uma mulher e dois homens pelos crimes de tráfico de drogas a associação para o tráfico. Na mesma operação foram apreendidos dois menores de idade. O grupo carregava consigo diversas porções de crack e cocaína, em quantidades não informadas pelos agentes.

Segundo o delegado João Henrique Gomes, da Delegacia de Polícia do município, as atividades e o local onde o grupo vendia os entorpecentes já vinham sendo monitoradas. “Os indivíduos tentaram fugir e dispensar o material, contudo foram contidos sem conseguir se desfazer da prova material”, contou Gomes.

Capão da Canoa

Também no Litoral Norte, uma cerimônia nessa sexta-feira marcou a reinauguração da Delegacia de Polícia de Capão da Canoa. Considerada pela corporação como uma referência histórica no atendimento à população local na área da segurança pública, a unidade estava instalada em um espaço defasado e com diversos problemas.

A obra de modernização começou há cerca de um ano, inicialmente com apoio dos empresários da cidade e depois com o impulso de um convênio com a prefeitura, por meio de repasse mensal de valores disponibilizados pela Justiça Federal, além do apoio da chefia da Polícia Civil, possibilitou assim uma reforma de todo o setor de plantão.

Com isso foi possível criar uma sala para o registro de flagrantes, ambiente de espera para integrantes da BM (Brigada Militar) e uma nova cela para mulheres e adolescentes. A lista inclui, ainda, a substituição de itens como rede elétrica, mobília, pintura e refrigeração.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Autoridades visitam festas de formatura de Ensino Médio em Porto Alegre para fiscalizar o consumo de bebidas alcoólicas
Confira o funcionamento de serviços estaduais no fim de ano
Deixe seu comentário
Pode te interessar