Domingo, 05 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Light Rain

Brasil A sala na Polícia Federal onde Lula começa a cumprir a sua pena não tem frigobar, TV e grades

Compartilhe esta notícia:

O ex-presidente deve seguir regras similares às aplicadas aos outros presos. (Foto: Divulgação)

A sala na PF (Polícia Federal) do Paraná, em Curitiba, destinada ao início do cumprimento da pena do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi reformada, mas não conta com confortos como televisão ou frigobar.

O chuveiro foi trocado e a cama beliche substituída por uma de solteiro. A janela dá vista para a parte interna do prédio, localizado no bairro Santa Cândida. Segundo a avaliação de funcionários da PF, o cômodo de 15 metros quadrados é rústico, mas digno. Além da cama e do banheiro, há uma mesa.

Localizada no NIP (Núcleo de Inteligência Policial), a sala fica na cobertura, no quarto andar do prédio, isolada do resto do edifício. Os elevadores vão apenas até o terceiro andar. É preciso subir um lance de escada para chegar ao núcleo. Os próprios servidores do órgão têm pouco acesso ao local. Lula não poderá circular pelos corredores. O cômodo não tem grades, mas será vigiado 24 horas por dia pelas equipes da polícia.

No mandado de prisão, o juiz federal Sérgio Moro afirmou que, “em razão da dignidade do cargo ocupado”, foi preparada uma sala reservada, “espécie de Sala de Estado Maior”, na qual Lula ficará separado dos demais presos. A sala de Estado Maior é prevista no Estatuto dos Advogados. Segundo o texto, os advogados têm o direito de não serem presos antes do trânsito em julgado, salvo nesta sala, “com instalações e comodidades condignas”.

Segundo fontes da PF, o cômodo onde Lula ficará não é tratado por esse nome entre servidores do órgão. Moro utilizou uma metáfora para descrever a sala, que até então servia para o descanso de agentes em missão. No quarto andar, o ex-presidente ficará fora da custódia, onde estão detentos como o ex-ministro Antonio Palocci e o sócio da OAS Léo Pinheiro. Tanto as visitas como o banho de sol de Lula serão realizados separadamente dos demais presidiários.

Apesar disso, o ex-presidente deve seguir regras similares às aplicadas aos outros presos: visitas às quartas-feiras e duas horas de banho de sol por dia. A sala fica na Superintendência da PF, prédio de grande movimentação popular, já que o trâmite para obtenção de passaportes é realizado lá. Para entrar nos elevadores ou subir pelas escadas, no entanto, é necessário se identificar e ter a passagem pelas catracas liberada por funcionários da recepção.

A sala fica no Núcleo de Inteligência Policial da PF em Curitiba. (Foto: Divulgação)

ONU

A defesa do ex-presidente Lula informou que entrou com um pedido de liminar no Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas), com sede em Genebra, na Suíça, solicitando que o órgão peça ao governo brasileiro que impeça a prisão do petista até que se esgotem os recursos contra a sua condenação em todas as instâncias da Justiça.

Os advogados Cristiano Zanin, Valeska Zanin e Geoffrey Robertson alegam que o julgamento da última quarta-feira (04), quando o STF (Supremo Tribunal Federal) rejeitou, por seis votos a cinco, um habeas corpus preventivo de Lula, precisa ser examinado por um tribunal independente.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

“Não havia razão para adiar a ordem de prisão de Lula”, disse o juiz federal Sérgio Moro em entrevista a rede de TV chinesa
Deputado afastado Paulo Maluf é internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo
Deixe seu comentário
Pode te interessar