Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Partly Cloudy

Colunistas A semana em que na estreia como decano do STF, Marco Aurélio foi massacrado por 9 a 1

Compartilhe esta notícia:

Ministros Marco Aurélio e Luiz Fux: protagonistas da semana no STF. (Foto: Reprodução)

A semana marcou a desastrada estreia do novo decano do STF, ministro Marco Aurélio, alçado a esta condição, após a aposentadoria de Celso de Mello. Marco Aurélio se aposenta em julho de 2021, quando completará 75 anos. O plenário do STF julgou um impressionante Habeas Corpus impetrado pelo escritório de um ex-assessor de Marco Aurélio, e concedido pelo novo decano, colocando em liberdade um dos milionários lideres do trafico internacional de drogas.

A ousadia de Marco Aurélio foi rechaçada por todos os ministros do STF. Ao apreciar o caso, o plenário aplicou-lhe uma sonora e pedagógica surra de 9 a 1.
Para evitar a manipulação no protocolo do sorteio de processos, o presidente do STF, Luiz Fux, anunciou mudanças no sistema de distribuição.

Marco Aurélio soltou 92 criminosos

A conta da ousadia porém é bem maior: ao menos 92 presos conseguiram liminares de Marco Aurélio argumentando o vencimento do prazo de revisão destas prisões. Desses 92 casos, porém, 21 aparecem também na lista de foragidos da base do Conselho Nacional de Justiça com mandados de prisão em aberto, incluindo o líder da facção criminosa PCC André do Rap.

Agora, Operação da PF mira em propinas para os coronéis Ciro e Cid Gomes

Chegou a vez do coronel do Ceará. Mandados de busca e apreensão cumpridos ontem pela Polícia Federal em Fortaleza (CE), São Paulo (SP) e Salvador (BA) miram empresas que teriam sido utilizadas pela J&F, dona da JBS, para repassar R$ 25 milhões ao grupo político do senador Cid Gomes (PDT-CE), irmão do ex-ministro Ciro Gomes, do mesmo partido, em troca de benefícios na área portuária. Trata-se da Operação Marquetagem, com foco em 17 alvos, a maioria empresas do setor de marketing e propaganda. A PF investiga irregularidades na liberação de créditos tributários do Programa de Incentivos às Atividades Portuárias e Industriais do Ceará – PROAPI, em troca de “propina”.

Ministro Tarcisio: mais uma boa notícia para o RS

O ministro Tarcisio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, terminou a semana dando uma boa notícia aos gaúchos:

“Entregue hoje o viaduto de acesso à cidade de Arroio do Padre, nas obras de duplicação da BR-116/Rio Grande do Sul. Já são 93km duplicados nessa rodovia pelo Governo Jair Messias Bolsonaro, e o Exército entrega mais 10km agora em Novembro. Lembrando que nenhum km havia sido entregue antes de 2019.”

Ricardo Breier, presidente da OAB gaúcha reafirma “independência”

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, demonstra que nem tudo está perdido em relação ao zelo pelo respeito e integridade da Ordem, ao criticar a participação do presidente nacional, Felipe Santa Cruz, de live com Comassetto, candidato a vereador de Porto Alegre, Tarso Genro e o jurista Lênio Streck.

Em nota, Breier afirma que “a nossa entidade respeita todos os atores políticos e assegura sua postura apartidária, independente e de zelo pela transparência de suas ações. Não compactuamos com a partidarização e com tentativas indevidas de associação da entidade a alguma agremiação política”.

Um Boeing da Varig por R$ 40 mil?

Prato cheio para os saudosistas: um Boeing 727, da saudosa Varig, a Viação Aérea Rio-Grandense, hoje sem muitos dos seus equipamentos, e de propriedade do Boulevard Laçador, shopping localizado ao lado do aeroporto Salgado Filho, está à venda. O Boeing, matrícula PP-VLD, está na pista lateral do aeroporto Salgado Filho e foi o terceiro a ser operado no Brasil a partir da década de 1970. O lance inicial é de R$ 40 mil, segundo o site do leiloeiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Fatos históricos do dia 16 de outubro
Fatos históricos do dia 17 de outubro
Deixe seu comentário
Pode te interessar