Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Porto Alegre

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Anac propõe aplicar punição maior a passageiros indisciplinados; quem tumultua pode ficar impedido de voar por um ano

Compartilhe esta notícia:

As medidas têm como objetivo coibir comportamentos abusivos dentro de aeronaves

Foto: Reprodução
(Foto: Reprodução)

A diretoria da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) se reúne, nesta terça-feira (25), para analisar uma proposta de resolução que cria regras mais rígidas para passageiros indisciplinados.

As medidas têm como objetivo coibir comportamentos abusivos dentro de aeronaves, nas áreas restritas dos aeroportos e no chamado “lado terra”, que inclui balcões de check-in.

Uma das possibilidades levantadas pela Agência está a autorização para que empresas aéreas criem listas e impeçam, por até um ano, o embarque de passageiros envolvidos em ocorrências desta natureza.

Também estão previstas punições como advertência, contenção, retirada do passageiro do avião e o cancelamento da passagem. Uma consulta pública para discutir o tema deve ser aberta nos próximos dias.

“A participação da sociedade nesta fase do processo é de grande importância para o rito regulatório”, informou a Anac em nota. “É necessário esclarecer que o prazo para implantação da regra depende do andamento do rito regulatório em si, não sendo possível apontar antecipadamente quando a nova regulação entrará em vigor”, completou a agência.

No ano passado, a Abear (Associação Brasileira de Empresas Aéreas) registrou 735 casos de passageiros indisciplinados. Média de dois por dia. Desde 2019 foram cerca de 3 mil ocorrências.

Inspiração

A proposta em discussão no Brasil é baseada em regulamentos adotados em outros países. Desde 2021, por exemplo, o órgão regulador dos Estados Unidos, a FAA (Federal Aviation Administration), possui política de “tolerância zero” e conta com multas de até 37 mil dólares para os passageiros que atrapalham o funcionamento do transporte aéreo. Segundo a agência, essa política reduziu os casos em mais de 60%.

Pelas regras brasileiras atuais, no caso de alguma ocorrência com passageiro indisciplinado na aeronave, a companhia aérea deve acionar a Polícia Federal e fazer o desembarcar.

Na sequência, a companhia aérea encaminha um documento para a Anac, relatando o ocorrido para a agência ter ciência de todos os detalhes e averiguar se houve alguma falha de procedimento por parte da empresa que administra o aeroporto ou da companhia aérea.

Na esfera criminal, a cargo da Polícia Federal, os passageiros que causaram o tumulto podem ser enquadrados no artigo 261 (atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Consumo de eletricidade sobe 7,3% no primeiro trimestre com recorde no comércio e residências no Brasil
Defesa Civil emite alerta preventivo para risco de inundação em regiões ribeirinhas em Porto Alegre
https://www.osul.com.br/agencia-nacional-de-aviacao-civil-quer-regras-mais-rigidas-para-passageiros-indisciplinados-veja-medidas/ Anac propõe aplicar punição maior a passageiros indisciplinados; quem tumultua pode ficar impedido de voar por um ano 2024-06-24
Deixe seu comentário
Pode te interessar