Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Mostly Cloudy

Rio Grande do Sul Agergs homologa edital de concorrência para a concessão de trecho da RSC-287 entre Tabaí e Santa Maria

Compartilhe esta notícia:

Estrada é importante ligação entre polos econômicos e rodovias federais, como a BR-471 e a BR-153.

Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini/Arquivo
Estrada é importante ligação entre polos econômicos e rodovias federais, como a BR-471 e a BR-153. (Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini/Arquivo)

O Conselho Superior da Agergs (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul) homologou, em sessão pública (on-line), na tarde desta quinta-feira (17), o Edital de Concorrência Internacional de Concessões dos serviços de infraestrutura de transportes em trechos da rodovia RSC-287, totalizando 204,51 quilômetros de extensão, entre o município de Tabaí e Santa Maria.

Por meio das diretorias Jurídica, de Tarifas e de Qualidade, a agência reguladora analisou o edital para os serviços de operação, exploração, conservação, manutenção, melhoramentos e ampliação da infraestrutura de transporte em trecho da RSC-287.

A Agergs sugeriu que seja solicitado à Secretaria Extraordinária de Parcerias que observe as sugestões das Diretorias de Qualidade e de Tarifas que trazem elementos para a melhoria e a qualificação técnica do edital, buscando prevenir futuras dificuldades no âmbito licitatório. O valor do contrato é de R$ 2,745 bilhões, com prazo de concessão de 30 anos.

Durante a tramitação do processo, o projeto recebeu contribuições da sociedade, por meio de agentes políticos, representantes dos legislativos locais e diversas associações, bem como manifestações do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Cage (Contadoria e Auditoria-Geral do Estado), PGE (Procuradoria-Geral do Estado) e da Agergs.

Conforme Relatórios da Modelagem do Projeto, a RSC-287 constitui importante ligação entre polos econômicos e rodovias federais, como a BR-471 e BR-153, caracterizando-se por ter um tráfego pesado, principalmente de caminhões, e apresentar altos índices de acidentes, o que a coloca entre as estradas mais perigosas do RS.

Participaram da sessão o secretário do Meio Ambiente e Infraestutura, Artur Lemos Júnior; o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella; e o secretário Extraordinário de Parcerias, Bruno Vanuzzi.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Rede de gás natural avança na Região das Hortênsias
Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes
Deixe seu comentário
Pode te interessar