Sábado, 04 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Após quatro dias de greve, jogadores do Cruzeiro-MG anunciam retorno ao trabalho

Compartilhe esta notícia:

Equipe mineira disputa pela primeira vez a Série B do Campeonato Brasileiro. (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

Por meio de um comunicado nas redes sociais, o elenco do Cruzeiro-MG anunciou neste sábado (16) o fim da greve quatro dias antes. Eles haviam decidido cruzar os braços após a partida contra o Botafogo pela Série B do Campeonato Brasileiro, em protesto contra o atraso no pagamento dos salários.

Ao que tudo indica, os contracheques serão colocados em dia, com a injeção de recursos por empresários e patrocinadores. A volta ao trabalho deve ser efetivada na manhã deste domingo, com a reapresentação dos jogadores no centro de treinamentos da Toca da Raposa, em Belo Horizonte.

Fontes ligadas ao movimento afirmam que a paralisação poderia ter começado duas semanas antes, já que o descontentamento do grupo não é um fato recente. Isso só não aconteceu graças a conversas do técnico com Vanderlei Luxemburgo com seus comandados.

O próximo compromisso do time está marcado para a noite da próxima sexta-feira (22), contra o Avaí, em Florianópolis (SC), pela trigésima de 38 rodadas do torneio. Uma vitória é fundamental nos planos do clube mineiro para deixar a Segunda Divisão, que disputa pela primeira vez e na qual ocupa no momento o 11º lugar na tabela.

Mobilização

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, não estava no Brasil quando os atletas formalizaram a decisão de parar suas atividades. Na quinta-feira, assim que retornou, deu início a uma série de encontros com patrocinadores e empresários, a fim de obter dinheiro para colocar em dia a folha de pagamento.

Também se reuniu com os atletas para detalhar a situação financeira do clube, sem que o impasse fosse resolvido. A incerteza sobre os rumos da paralisação só chegou ao fim neste sábado, com a manifestação do grupo de jogadores.

Mensagem na íntegra

“Na transparência e respeito que temos ao torcedor, comunicamos que voltaremos aos treinos no domingo dia 17. Na nossa reunião com o presidente Sérgio Santos Rodrigues nada ficou resolvido, mas o mesmo se comprometeu e pronunciou que terá uma reunião segunda feira com empresários cruzeirenses para tratar dos atrasos salariais. Aguardaremos a resolução e não somente promessas.

Temos hombridade e profissionalismo e diante da preocupação em não prejudicar essa instituição, voltaremos aos treinos. Porém não deixaremos de cobrar nossos direitos e continuaremos sendo voz dos mais afetados: nossos queridos colaboradores da toca l e toca II que saem de suas casas todos os dias para honrar seu compromisso com o clube e na esperança que a atual gestão tenha a mesma atitude.

Fica nosso compromisso em relatar a Nação Azul todos os atos da atual gestão, mas queremos a resolução dos atrasos salariais imediatamente. Contamos com o apoio da grandiosa Nação Azul, vocês engrandece essa história vitoriosa do Cruzeiro Esporte Clube”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Arnaldo Cezar Coelho revela convite da Confederação Brasileira de Futebol e critica excessos do VAR: “Árbitros perderam autoridade”
Há 40 anos, Nelson Piquet conquistava o seu primeiro campeonato na Fórmula 1. Título ampliou o status dos pilotos brasileiros
Deixe seu comentário
Pode te interessar