Domingo, 19 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Light Rain with Thunder

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Após um mês, Brasil volta a registrar média diária de duas mil mortes por coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Com a nova atualização, o País passa a somar 17.412.766 infectados e 487.401 óbitos pela doença desde o início da pandemia

Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Com a nova atualização, o País passa a somar 17.412.766 infectados e 487.401 óbitos pela doença desde o início da pandemia. (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

O Brasil registrou 37.948 novos casos e 1.129 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados do Conass (Conselho Nacional de Secretários da Saúde) divulgados neste domingo (13). É normal que os números dos finais de semana sejam menores por conta das equipes reduzidas nos laboratórios.

Com a nova atualização, o País passa a somar 17.412.766 infectados e 487.401 óbitos pela doença desde o início da pandemia. Com os novos números, a média diária de novos casos, nos últimos sete dias, ficou em 66.529, abaixo dos 66.770 da média até o sábado (12), mas ainda 7,8% acima do número registrado no domingo passado (61.706).

Já a média diária de mortes no período ficou em 2.000 por dia, linha que não era cruzada desde 10 de maio, quando a média diária de óbitos ficou em 2.087, para depois seguir caindo. É um alta de 22% sobre a média de óbitos diários registrada há uma semana (1.639), e também acima do valor médio calculado até ontem (1.963).

Seis Estados brasileiros já atingiram a marca de 1 milhão de contaminados pela Covid-19: São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia e Santa Catarina. Nas últimas 24 horas, só o estado de São Paulo registrou 9.272 novos casos e 234 novos óbitos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Presidente da Colômbia recebe a primeira dose da vacina contra o coronavírus com a pandemia disparada no país
Vacina contra o coronavírus da Novavax mostra eficácia de 90,4% em estudo
Deixe seu comentário
Pode te interessar