Segunda-feira, 10 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Rio Grande do Sul Aulas presenciais na rede pública estadual começam nesta segunda, de forma gradual

Compartilhe esta notícia:

Calendário começa pelo ensino infantil e duas primeiras séries do Fundamental. (Foto: Marcello Campos/O Sul)

O governo do Rio Grande do Sul marcou para esta segunda-feira (3) o retorno às aulas presenciais na rede pública estadual, começando pela educação infantil e duas primeiras séries do fundamental. Conforme calendário divulgado pela Secretaria da Educação (Seduc), está reservada para reorganização de atividades pelos profissionais e escolas.

A opção pelo escalonamento – de dois em dois dias entra um novo grupo, até o dia 13 de maio – tem por finalidade evitar aglomerações de estudantes. Também se destina a viabilizar a adequação das rotinas aos protocolos de higienização e distanciamento, assim como a volta dos estudantes sem aglomeração.

Para o ensino fundamental, a carga horária deverá ser cumprida, a cada dia, por três horas presenciais e uma hora à distância (total de quatro horas). Já no ensino médio, as atividades remotas terão maior duração, com duas horas diárias (cinco horas). Mais informações podem ser conferidas no site oficial estado.rs.gov.br.

“As equipes diretivas das escolas estão autorizadas a receber seus professores e servidores para o encaminhamento de todas as ações voltadas ao retorno dos estudantes, seguindo os protocolos sanitários adotados na pandemia”, enfatiza o informativo.

Dentro dessa logística de ensino híbrido, o Palácio Piratini salienta que o comparecimento à escola é opcional, a critério dos pais ou do responsável legal pelo aluno. Alternativa, aliás, que não vale para os professores e funcionários, exceto se têm comorbidades ou outros fatores de risco para o coronavírus.

A titular da Seduc, Raquel Teixeira, foi além, sugerindo aos pais que enviem para o colégio somente as crianças ou adolescentes que não tenham com quem ficar, por exemplo, principalmente se o ensino à distância estiver funcionando de forma satisfatória. “Não queremos escola cheia”, frisou ela em entrevista à Rádio Gaúcha, em uma referência à necessidade de se evitar aglomerações e deslocamentos desnecessários no atual contexto de pandemia.

Cronograma

– 30 de abril: organização dos profissionais e instituições de ensino;

– 3 de maio: retomada das atividades na educação infantil e 1ª e 2ª séries do ensino fundamental;

– 5 de maio: retorno para 3ª, 4ª e 5ª séries do Ensino Fundamental;

– 7 de maio: retomada para os anos finais do Ensino Fundamental (6ª, 7ª, 8ª e 9ª séries);

– 10 de maio: retorno para o 1º ano do Ensino Médio;

– 12 de maio: retomada para o 2º e 3º anos do Ensino Médio;

– 13 de maio: retorno para ensino técnico e curso Normal.

Exceções

Para escolas que atual somente com Ensino Médio, bem como as instituições exclusivamente voltadas para a educação de jovens e adultos (EJA, antigo ensino supletivo), aulas de reforço (Neeja), cursos profissionalizantes e escolas especiais, o cronograma é específico:

– 3 e 4 de maio: organização das escolas;

– 5 de maio: aulas presenciais.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Rio Grande do Sul recebe nesta segunda mais 413 mil vacinas de Oxford e primeiro lote do imunizante da Pfizer, com quase 33 mil doses
Motorista de caminhão é preso com quase meia tonelada de maconha em Cruz Alta, no Noroeste do Estado
Deixe seu comentário
Pode te interessar