Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Fair

Capa – Destaques A Bélgica venceu a Inglaterra por 2 a 0 e conquistou o terceiro lugar no Mundial

Compartilhe esta notícia:

O time do goleador Lukaku eliminou o Brasil nas quartas de final do torneio. (Foto: Reprodução)

A Bélgica venceu a Inglaterra por 2 a 0 neste sábado (14), em São Petersburgo, e conquistou o terceiro lugar no Mundial. Logo no início da partida, aos 3 minutos, em uma rápida jogada, os belgas abriram o placar. Chadli recebeu de Lukaku na esquerda e cruzou para Meunier empurrar para o gol. A vantagem foi ampliada por Hazard aos 36 minutos do segundo tempo. Os belgas, que eliminaram o Brasil nas quartas de final, conseguiram a sua melhor colocação no torneio até hoje.

O jogo

Aos 11 minutos do primeiro tempo, a Bélgica quase ampliou a vantagem. De Bruyne recebeu dentro da área e chutou. A bola desviou, e o goleiro Pickford fez uma grande defesa. Aos 13, a Inglaterra conseguiu chegar ao gol adversário. Loftus-Cheek desviou de cabeça um cruzamento da direita. O goleiro Courtois segurou firme.

Aos 16 minutos, Hazard passou para De Bruyne, que fez a triangulação e deixou o atacante Lukaku na cara do gol, mas o belga avançou muito com a bola e perdeu a chance. Já aos 22, a Inglaterra teve a chance de empatar. Após um lançamento em profundidade, o inglês Sterling dominou com categoria, driblou Alderwiereld e rolou para a chegada do goleador Harry Kane, que chutou para fora. Merecidamente, o primeiro tempo acabou com a vantagem belga.

Segundo tempo

A Inglaterra começou a segunda etapa pressionando o adversário. Aos cinco minutos, Dier cobrou uma falta na área. Quando Stones estava chegando para cabecear, Vertonghen afastou para escanteio. No tiro de canto, o goleiro Courtois saiu bem para ficar com a bola. Aos nove minutos, um lateral foi cobrado para Lingard, que chutou na direção de Kane, que se esticou todo para tentar desviar a bola, que saiu para fora.

Aos dez minutos, a Bélgica teve uma chance clara de gol. De Bruyne recebeu na entrada da área e deu um belo passe para Lukaku, que chegou na cara do goleiro e novamente adiantou muito a bola, que ficou com Pickford. Aos 14, Lukaku foi substituído pelo atacante Mertens.

Aos 24 minutos, a Inglaterra quase empatou. Dier fez uma tabela com Rashford e saiu na cara do goleiro, dando um toque por cima de Courtois. Alderweireld salvou em cima da linha. Aos 34 minutos, a Bélgica encaixou um contra-ataque e quase ampliou a vantagem. Meunier chutou de primeira e o goleiro inglês fez uma grande defesa.

Aos 36, Hazard fez o segundo gol belga. De Bruyne arrancou em velocidade do meio de campo e mandou nas costas de Jones para a infiltração de Hazard. Aos 48 minutos, o juiz iraniano Alireza Faghani apitou o fim do jogo.

A Inglaterra tentava a sua melhor colocação em Mundiais desde 1990, quando também perdeu nas semifinais e foi derrotada na disputa do terceiro lugar para a Itália. Em 1966, os ingleses foram campeões em casa. Antes do atual torneio, a Bélgica esteve uma vez na disputa do terceiro lugar, em 1986, quando perdeu para a França.

Campanhas

Na primeira fase do Mundial, a Bélgica se classificou em primeiro lugar no grupo G, com nove pontos. Venceu o Panamá por 3 a 0, a Tunísia por 5 a 2 e a própria Inglaterra por 1 a 0. Nas oitavas de final, após estar perdendo por 2 a 0, derrotou o Japão por 3 a 2. Nas quartas de final, eliminou o Brasil por 2 a 1 e acabou com o sonho do hexacampeonato. Depois, nas semifinas, os belgas perderam para a França por 1 a 0.

Já a Inglaterra foi a segunda colocada do grupo G, com seis pontos. Venceu a Tunísia por 2 a 1 e o Panamá por 6 a 2. Depois, perdeu para a Bélgica por 1 a 0. Nas oitavas de final, venceu a Colômbia nos pênaltis, após empatar o jogo por 1 a 1. Nas quartas de final, derrotou a Suécia por 2 a 0 e, nas semifinais, perdeu para a Croácia, na prorrogação, por 2 a 1.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Destaques

Aumentou para 621 o número de casos confirmados de toxoplasmose em Santa Maria
Chefes de Estado, astros do esporte, da música e do cinema estarão presentes na final do Mundial
Deixe seu comentário
Pode te interessar