Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Mostly Cloudy

Brasil Bolsonaro afirma que privatização dos Correios “ganha força” no governo

Estatal diz que ações já foram implementadas para que as entregas sejam normalizadas "o mais rápido possível". (Foto: Divulgação/Correios)

A privatização dos Correios ganhou força no governo. Foi que disse o presidente da República Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (7). Ele publicou a afirmação em seu Twitter. Para Bolsonaro, a menor participação do Estado pode melhorar e baratear os serviços públicos.

 

Não é a primeira vez que o presidente se manifesta a favor da privatização da estatal. Em abril, ele havia autorizado estudos para a desestatização da companhia.

A manifestação ocorre um dia depois do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) ter decidido, por maioria, liberar a venda do controle acionário de subsidiárias de empresas públicas e sociedades de economia mista, sem que para isso seja preciso aval legislativo ou processo de licitação. A venda sem autorização do Congresso Nacional não vale, contudo, para empresas matrizes, como é o caso dos Correios, que ainda precisará de autorização parlamentar.

Com 356 anos de existência, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) é subordinada hoje ao Ministério das Comunicações, Ciência, Tecnologia e Inovação. Após prejuízos registrados entre 2013 e 2016, a estatal registrou lucro de R$ 161 milhões em 2018 e de R$ 667,3 milhões em 2017.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Neymar diz que vídeo com fotos íntimas foi publicado por assessores
Conheça a diferença entre as economias da Argentina e do Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar