Sábado, 27 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Política Bolsonaro cumprimenta Biden e diz ver excelente futuro para a parceria entre os dois países

Compartilhe esta notícia:

Bolsonaro desejou “pleno êxito” a Biden durante o mandato.

Foto: Reprodução
Congressista afirmou que não há razão para Biden e Bolsonaro serem inimigos. (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro enviou uma carta e publicou mensagem em rede social, nesta quarta-feira (20), para cumprimentar o novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. O comunicado foi divulgado horas após Biden tomar posse no cargo, em cerimônia em Washington.

Aliado do ex-presidente norte-americano Donald Trump, Bolsonaro disse na rede social que Brasil e Estados Unidos têm longa e sólida relação, baseada “em valores elevados”.

O presidente brasileiro citou a defesa da democracia e das liberdades individuais como elementos compartilhados entre os dois países.

“Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas nações e o bem-estar de nossos cidadãos”, afirmou Bolsonaro na rede social.

Ainda segundo Bolsonaro, a carta enviada ao novo titular da Casa Branca exprime cumprimentos do Brasil pela posse e expõe uma “visão de um excelente futuro para a parceria Brasil-EUA”.

Institutos e meios de comunicação anunciaram a vitória de Biden sobre Trump no dia 7 de novembro. A partir desse anúncio, vários líderes mundiais parabenizaram o democrata pela vitória.

Bolsonaro, então alinhado ao governo Trump, só reconheceu a vitória de Biden 38 dias depois, em 15 de dezembro. Sem provas, o presidente do Brasil falou, mais de uma vez, em “fraude” no processo eleitoral norte-americano.

Na carta, divulgada por Bolsonaro, o presidente brasileiro diz ser “grande admirador dos Estados Unidos” e que, desde de que assumiu o poder no Brasil, passou a “corrigir” o que chamou de “equívocos de governos brasileiros anteriores”, que, segundo o presidente, “afastaram o Brasil dos EUA”.

Amazônia

Na sequência do documento, cita relações bilaterais entre Brasil e Estados Unidos, no campo econômico, tecnológico e do desenvolvimento sustentável. O presidente dedica um trecho da carta para falar sobre mudanças climáticas, proteção ambiental e Amazônia.

“Estamos prontos, ademais, a continuar nossa parceria em prol do desenvolvimento sustentável e da proteção do meio ambiente, em especial a Amazônia, com base em nosso Diálogo Ambiental, recém-inaugurado. Noto, a propósito, que o Brasil demonstrou compromisso com o Acordo de Paris com a apresentação de suas novas metas nacionais”, diz Bolsonaro.

Durante debate com o ex-presidente Donald Trump, o então candidato Joe Biden fez críticas ao desmatamento na Amazônia.

Biden disse que “começaria imediatamente a organizar o hemisfério e o mundo para prover US$ 20 bilhões para a Amazônia, para o Brasil não queimar mais a Amazônia”.

“Aqui estão US$ 20 bilhões, pare de destruir a floresta. E, se não parar, vai enfrentar consequências econômicas significativas”, afirmou Biden no debate.

A declaração gerou uma resposta do presidente Jair Bolsonaro, que, na ocasião, classificou o comentário como “lamentável”, “desastroso e gratuito” e fez uma série de postagens críticas a Biden no Twitter.

No encerramento da carta, o presidente brasileiro diz desejar “pleno êxito” a Biden durante o mandato.

Jair Bolsonaro também pede ao norte-americano que aceite os votos de sua “mais alta estima e consideração”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Doações ajudam o Amazonas a enfrentar a falta de oxigênio hospitalar
Joe Biden chega à Casa Branca após posse no Capitólio
Deixe seu comentário
Pode te interessar