Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Economia Brasil fecha quase 1,2 milhão de vagas de emprego no primeiro semestre

Compartilhe esta notícia:

Somente em junho, foram fechadas 10,9 mil vagas de emprego no País

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
No total do ano até julho, enquanto 1,09 milhão de vagas foram fechadas por causa da pandemia, na modalidade intermitente foram criados 27.487 postos. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A economia brasileira fechou 1,19 milhão de vagas de emprego com carteira assinada no primeiro semestre deste ano, informou nesta terça-feira (28) o Ministério da Economia. Os números fazem parte do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

O saldo é a diferença entre as contratações e as demissões. No semestre, foram registrados 7,9 milhões de desligamentos e 6,7 milhões de novas admissões. No mesmo período de 2019, o saldo havia sido positivo. Na época, foram criadas 408 mil vagas, o melhor resultado desde 2014.

Considerando exclusivamente o mês de junho, foram fechadas 10,9 mil vagas de emprego formais. Em maio, haviam sido 350 mil. A diminuição de postos de trabalho ocorre em meio à pandemia de coronavírus, que provocou uma grande cise econômica no País.

Para o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, os números de junho indicam uma retomada da economia brasileira. “Eu posso trazer indícios claros que nós já iniciamos a retomada, que no mercado de trabalho ela é muito forte, e podemos surpreender o mundo, como o nosso ministro [Paulo Guedes] tem dito”, afirmou o secretário.

Setores

O setor de serviços foi o que mais fechou vagas no primeiro semestre de 2020: 507.708 no total. Logo depois, vem o comércio, com 474.511 vagas a menos. A construção teve 32.092 vagas fechadas.

O setor da agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura foi o único com abertura de novos empregos formais. Foram 62.633 vagas criadas no primeiro semestre.

Considerando apenas junho, o setor de serviços fechou 44,8 mil vagas. O comércio fechou 16,6 mil. Já agropecuária abriu 36,8 mil novas vagas. A construção civil registrou saldo positivo de 17,2 mil novos postos de trabalho.

No Rio Grande do Sul, foram fechadas 95 mil vagas de emprego com carteira assinada de janeiro a junho de 2020.

Veja o saldo de empregos formais por regiões no primeiro semestre:

Centro-Oeste: – 27,3 mil
Norte: – 27 mil
Sul: – 195,1 mil
Nordeste: – 258,8 mil
Sudeste: – 690,7 mil

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Grupo que explora jogos ilegais há 60 anos é alvo de operação policial em Taquara
Diagnosticado com coronavírus, o apresentador do canal SporTV Rodrigo Rodrigues morre aos 45 anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar